27
dez
2014

Pedro Fernandes e a compra suspeita de um hotel sucateado para a SEDUC por R$ 24 milhões

Após um ano e oito meses da compra do Hotel São Francisco por R$ 24 milhões e autorização de reforma por mais de R$ 1, 7 milhão, o prédio encontra-se sucateado, literalmente caindo aos pedaços, fadado às ruínas diante das condições precárias de conservação.

O deputado federal Pedro Fernandes(PTB), assumiu o cargo de secretário de Estado de Educação do Governo Roseana Sarney

Dep. Federal Pedro Fernandes(PTB), ex-secretário de Educação no Governo Roseana Sarney , deve explicações, e muitas…

O deputado federal Pedro Fernandes(PTB), assumiu o cargo de secretário de Estado de Educação do Governo Roseana Sarney em substituição à João Bernardo Bringel, no final de outubro de 2012, e devolveu o cargo no começo de abril de 2014 para o mesmo antecessor.

Nada de tão inovador o comandante do PTB no Maranhão fez no período aproximado de um ano e meio que esteve no comando da SEDUC. A pasta serviu apenas para afagar os interesses pessoais de Fernandes, além do foco maior: Sua tranquila reeleição, que obviamente aconteceu, foi o 8º Federal mais votado do Maranhão na eleição de 2014, com 85.507 votos.

Agora, com a saída de Roseana Sarney do Palácio dos Leões e a eminente chegada do Governador eleito Flávio Dino para comandar a partir do dia 1º o Governo do Maranhão, começaram surgir as ações de Pedro na Educação.

O maior feito do Deputado Federal na pasta, foi a compra de um hotel sucateado, literalmente caindo aos pedaços, fadado às ruínas diante das condições precárias, pelo valor de R$ 24.000.000,00 (vinte e quatro milhões de reais).

extrato de contrato

Extrato de contrato da compra do Hotel

De acordo com publicação do Diário Oficial do Estado do dia 10 de maio de 2013, o governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Educação(SEDUC), comprou o Hotel que fica localizado na Avenida Filgueiras, s/n, São Francisco em São Luís.

Ainda segundo a resenha do contrato, o objetivo da aquisição do imóvel particular seria destinado ao funcionamento da sede administrativa da SEDUC. A data da assinatura é de 12 de Abril de 2013.  Quatro dias antes do acerto, o Diário Oficial publicou a Ratificação, justificando a inexibilidade de licitação.

Na época, além das assinaturas dos proprietários do imóvel – irmãos empresários Flávia e Júlio Serson – quem também, curiosamente, assina o contrato é uma sobrinha do secretário, Flávia Raquel Fernandes Ribeiro, Superintendente de Assuntos Jurídicos da SEDUC.

O assunto ganhou interesse do titular do blog nesta semana, após uma declaração do futuro Chefe da Casa Civil Marcelo Tavares: “A Seduc comprou um hotel completamente sucateado por R$ 25 milhões. Vamos mostrar à população de forma detalhada. Faremos um esclarecimento para que a população avalie o que foi feito com o dinheiro público no Estado” anunciou.

Após comprar o Hotel por, Pedro Fernandes autorizou contrato para reforma de mais de R$ 1,7 milhão

Após comprar o Hotel por R$ 25 milhões, Pedro Fernandes autorizou reforma de mais de R$ 1,7 milhão

Supostamente, o maior beneficiado com a venda do Hotel São Francisco, foi o próprio Pedro Fernandes. A apuração do blog segue para a suspeita da existência de uma pessoa que teria feito a ponte de ligação entre os ex-donos do hotel e o ex-secretário. Essa pessoa misteriosa, pode ter faturado 5% do contrato como corretor do imóvel, equivalente a R$ 1.250.000,00 (um milhão duzentos e cinquenta mil reais).

Após um ano e oito meses da compra do Hotel, o blog fotografou o local, a situação continua a mesma. A única diferença é uma placa de reforma do Governo. O ex-secretário antes de deixar a pasta, conseguiu autorizar a quantia de R$ 1.743.132,99 (um milhão setecentos e quarenta e três mil, cento e trinta e dois reais e noventa e nove centavos), para reformar o local, elevando o investimento do Estado no prédio para mais de 25 milhões.

De forma que a compra do Hotel São Francisco é a prova da existência dos contratos que vampirizam a máquina pública, como diz Marcelo Tavares.

Abaixo o hotel São Francisco, ou melhor, o que resta dele:

IMG-20141224-WA0092

4 Comentários

  1. Seríssimos disse:

    Nunca acreditem que político ama o povo. Esse Pedro Fernandes e sua gangue a muito tempo vem sinalizando o património público. Essa mesma corja, com seu “modus operandis” iniciaram a falência da coliseu. Essa mesma quadrilha se instalou na Seduc e ta fazendo de tudo pra continuar. Governador, MP e Auditores sérios façam uma autoria séria nas obras, serviços e aquisiçõedurante o período que esse atrapalhado Pedro Fernandes entrou na Seduc até a continuidade da turma dele, ou seja até agora. Vocês comprovarão um dos mais gigantesco desvios já verificados no Estado e aí, é só reservar no complexo de pedrinhas celas para Pedro Fernandes, Pedro Barbosa, Lívio, José Carlos, Julia, Claudilene, Rafael, Solon, Consuelo e tantos outros.

    • Osjustos disse:

      A nós é mandado “Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira, porque está escrito: Minha é a vingança; eu recompensarei, diz o Senhor. Portanto, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas de fogo sobre a sua cabeça. Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem.” (Romanos 12:19-21).

  2. plácido disse:

    Boa tarde.
    É só para avisar e informar q a palavra REVISTA no menu latetal direito está escrita errada por erro de digitação. Confiram por favor. Obrigado pela atenção.

  3. asdrubal nascimento disse:

    quem assinou o documento de venda foram os irmaos flavia e julio serson, herdeiros do grupo vila rica, que venderam o hotel vila rica em 12/2004. julio hoje secretario de turismo do etado de sao paulo.

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade