16
mar
2014

O que não deve ser feito…

Por Jorge Vieira  – No longo artigo escrito no jornal Estado do Maranhão, de propriedade do clã Sarney, no último dia 13 de março, o ex-deputado e atual secretário do governo Roseana Sarney, Joaquim Haikel, nos brindou a todos com um notável e histórico manual de como não se deve fazer política. Ou, um fantástico manual de como se faz da coisa pública um vale-tudo para se manter no poder, usando a coisa pública em benefício próprio.

De modo didático, como convém a um escritor, Joaquim Haikel mostra a receita de como convencer a Assembleia Legislativa a eleger Luís Fernando governador biônico, no caso de renuncia de Roseana Sarney do cargo de governadora: prometam entregar a Arnaldo Melo e seus deputados “mais chegados” IMPORTANTES SECRETARIAS e ainda a vaga de vice-governador, e mais alguns agrados que a coisa se resolve.

É um texto rico em detalhes para se compreender como o tal “Grupo Sarney” fez, faz e pretende fazer da coisa pública para se manter no poder a qualquer custo; A própria institucionalização do odioso e nefasto patrimonialismo arraigado até a medula das mentes oligárquicas.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo