28
out
2021

Edinho Lobão diz que “é uma honra receber apoio de ex-prefeito” preso duas vezes por agiotagem e condenado por improbidade

Raimundo Lisboa abraça Edinho em sinal de parceria, ladeado de aliados...

Raimundo Lisboa abraça Edinho em sinal de parceria, ladeado de aliados…

O pré-candidato a deputado federal Edinho Lobão (MDB) reapareceu nesta semana e anunciou o apoio do médico Raimundo Lisboa, que foi prefeito do município de Bacabal entre 2004 e 2012 e presidente da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem).

“Uma honra receber o apoio do ex-prefeito de Bacabal, Dr. Lisboa. Liderança inconteste que marcou uma geração na gestão municipal de Bacabal. Agradeço todo apoio a minha pré-candidatura ao cargo de deputado federal”, disse.

No entanto, Edinho esqueceu de lembrar o povo do Maranhão as peripécias do Dr. Lisboa, então, no esquecimento do filho do ex-senador Lobão, o Blog do Domingos Costa faz questão de ajudar os leitores a entenderem um pouco mais sobre o novo apoiador de Lobinho.

Vamos lá…

Em junho de 2017, Raimundo Nonato Lisboa foi condenado por ato de improbidade administrativa, pelo fato de não haver prestado contas de cinco convênios com o Governo do Estado, quando exercia o cargo.

A decisão da 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) confirmou sentença de primeira instância, que aplicou penas de suspensão dos direitos políticos do ex-gestor pelo período de cinco anos; multa civil no valor de dez vezes a remuneração que Lisboa recebia à época dos fatos e proibição de contratar com o Poder Público por três anos.

– Duas prisões

Rápida checagem do Blog do DC constatou que em 2015, a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), juntamente com a Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção, a Superintendência Estadual de Combate ao Narcotráfico (Senarc) e o Grupo de Combate ao Crime Organizado (Gaeco; do Ministério Público do Maranhão (MP-MA), na operação “El Berite”, de combate à agiotagem e à corrupção no Maranhão, cumpriu mandados de prisão preventiva contra o ex-prefeito de Bacabal (MA).

Além dele, os ex-secretários da prefeitura, Aldo Araújo de Brito (também ex-presidente da comissão de licitação) e Gilberto Gomes Rodrigues Ferreira (ex-tesoureiro); o agiota Josival Cavalcante da Silva, conhecido como ‘Pacovan’, e sua esposa, identificada como Edna Maria Pereira; além do filho de Maria Arlene Barros Costa, ex-prefeita da cidade de Dom Pedro (MA), Eduardo José Barros Costa.

Em maio do mesmo ano, Raimundo Lisboa, já havia sido preso temporariamente na primeira fase da operação ‘El Berite’, como desdobramento da ‘Operação Detonando’, realizada em 2012 após o assassinato do jornalista Décio Sá. Raimundo Lisboa foi prefeito do município entre 2004 e 2012 e presidente da Federação dos Municípios do Maranhão (Famem).

As operações “El Berite”, “Morta Viva”, “Maharaja” e “Imperador”, são desdobramentos da “Operação Detonando”, realizada em 2012 após o assassinato do jornalista Décio Sá. Na época, a polícia descobriu que o que motivou o assassinato foi uma postagem, no “Blog do Décio”, referente à morte do agiota Fábio Brasil, no Piauí.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade