17
nov
2013

Wellington agora usa até imagem de estudantes do curso particular pra se promover politicamente

Professor Wellington do Curso

Wellington usa imagem dos alunos que pagam alta taxas no Curso para se promover politicamente

Gente, o farreiro “professor” Wellington do Curso, conhecido pelas propagandas eleitorais antecipadas, agora filiado no PPS da Deputada Eliziane Gama está em campanha livre rumo a uma sonhada – e quase impossível – cadeira na Assembleia Legislativa.

Na qualidade de vice-presidente do PPS, Wellington alterna entre os camarotes das mais badaladas festas da capital, e ao lado de Eliziane Gama, frequenta até as igrejas em busca de votos dos fiéis. O que importa é voto!

Sem muito entendimento da política partidária, o dono do Curso Welligton optou em filiar num partido onde não tem muitas chances de conquistar assento como Deputado Estadual na eleição do próximo ano, uma vez que, o partido não tem bons quadros para disputa no parlamento.

Segundo análise de especialistas, dificilmente o partido de Eliziane – caso ela saia candidata ao Governo sem coligar – conseguirá alcançar o coeficiente eleitoral, resultando na “forca” eleitoral dos candidatos do partido.

Wellington do Curso ao lado de Eliziane Gama, se não coligar, pode esquecer possibilidade de brigar por vaga na AL

Wellington do Curso é daqueles candidatos que pretende buscar votos no grito. Famoso por estampar sua imagem em outdoor, agora o pré-candidato está utilizando até a imagem dos alunos do Curso Wellington  – de sua propriedade – em plena sala de aula para promoção pessoal. Veja na foto acima.

Os alunos que pagam taxas altíssimas para aulas preparatórias de concursos -sem que saibam – estão sendo usados de forma eleitoreira para estampar manchetes em favor da pré-candidatura de Wellington, como é o exemplo da foto desta postagem. Inclusive, diga-se de passagem, isso dar até processo.

Em tempo, não custa lembar do “poderio” eleitoral já provado nas urnas do Professor, que na eleição de 2010, filiado no PSL obteve como candidato a deputado federal 23.632 votos, desses, 16.140 só na Capital, ficando em sexto lugar, e amargando a segunda suplência. Dois anos após, agora na eleição de 2012 como candidato a vereador da Capital, teve candidatura indeferida pelo Tribunal Superior Eleitoral e seus  3.892 votos foram considerados nulos.

4 Comentários

  1. blank rafael disse:

    acho q muita invesa sua apenas isso menino fingindo ser blogueiro cresçe e aparece

  2. blank Alessandro Maia disse:

    Ao preservar, de indébita intromissão, a intimidade e a vida privada dos cidadãos, o texto constitucional assegura a cada um, na sociedade, o direito de não ver tornados públicos fatos que só o titular do direito pode ser juiz da oportunidade de sua divulgação, se e quando a sua publicidade não venha a expô-lo a incômodos ou constrangimentos, destarte garantindo-se, a cada um, o direito de não ter sua vida privada devassada, via da publicidade de fatos de sua intimidade, feita por meio de textos escritos, principalmente em blogs.

    Qualquer um acha que pode, nesse sistema, escrever o que quiser, da forma que quiser, e na hora que quiser, no entanto, existem regras de convivência social que reclamam ponderação nas palavras e nas atitudes. Não ache que, por se intitular “blogueiro”, você tenha a liberdade suprema pra escrever o que quiser. Seu texto se apresenta desprovido de qualquer legitimidade, seja porque não conhece o “alvo” sobre o qual se ocupa em tripudiar, seja porque exerce seu mister impulsionado por interesses escusos (quiçá, eu não possa afirmar que você está “comprado”). O que importa mesmo, e pra isso serve esse meu comentário, é que houve aqui uma completa afronta a dignidade daqueles que foram auxiliados pela atuação humana do Professor Wellington, que não mede esforços para auxiliar aquelas pessoas que necessitam de um apoio, do mínimo ao máximo. Sem conhecimento da causa, você utiliza expressões rasteiras para denegrir a imagem de um semelhante seu. Juridicamente estamos falando de injúria e difamação. Crimes previstos na legislação penal brasileira e sobre os quais você responderá. Demonstraremos o excesso por você causado, muito em breve.

    O que é preciso se ter em mente, contudo, é que um blog não pode indiscriminadamente invadir a intimidade alheia, divulgando fatos da vida privada ou até mesmo da vida pública ofensivos, com vistas a auferir proveito econômico da notícia, utilizando o princípio constitucional da liberdade de informação como um manto protetivo para a prática de atos ilícitos.

    Não se pode perder de vista que no Estado Democrático de Direito é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, que independe, inclusive, de prévia censura ou licença, na forma dos artigos 5º, inciso IX e 220, §§ 1º e 2º da Constituição da República, mas que a própria Carta Magna também assegura, no inciso X do artigo 5º, a inviolabilidade da intimidade, da vida privada, da honra e da imagem das pessoas, prevendo o direito à indenização por dano material ou moral decorrente de sua violação.

    O que se viu em algumas publicações desse, intitulado, blog foi a tendenciosa atitude de denegrir a imagem do professor Wellington, sem conhecimento de causa. No entanto, apesar de poder realizar medidas judiciais que pudessem bloquear o abuso de seu proprietário, preferiu o professor Wellington, em uma atitude de grandeza espiritual, ignorar as injúrias e as difamações e clamar a seu titular que atue com maior parcimônia nos seus escritos para que possamos ter uma convivência razoável.

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

 

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo