19
dez
2013

Violência em destaque…

Identificado detendo assassinando no Presídio São Luís 2 

Robson Barros Sousa foi o detento assassinado no Complexo Penitenciário de Pedrinhas na tarde desta quinta-feira 19/12. Boatos surgiram que o detento teria sido esquartejado, mas a SEJAP – Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária confirmou que Robson foi morto a chuçadas no Bloco B-14, do Presídio São Luís 2.

A morte teria sido causada pelo mesmo motivo que as anteriores, briga dentro de uma mesma facção na penitenciária. O Presídio São Luís 2, onde ocorreu o assassinato tem capacidade para 200 apenados, mas a unidade prisional tem, atualmente, 290 presos (entre condenados e provisórios) devido à destruição causada na Casa de Detenção (Cadet) em outubro deste ano. Com esta morte, sobe para 58 o número de assassinatos de presos no Sistema Penitenciário desde o início do ano.

Cinco motos roubadas numa noite…

Cinco motocicletas foram roubadas, na noite desta quarta-feira (18), na Região Metropolitana da Capital Maranhense. Por volta das 18h30, na Praça do Roldão, no Parque Vitória, Floriano Pinheiro, de 49 anos, teve a moto Honda 300, cor preta, de placas NXE – 2069, roubada por tres homens que ocupavam um veículo Corsa Classic, cor prata. Um dos bandidos estava com uma pistola .40.

Às 20h, Francisco José Alves dos Santos, de 29 anos, teve a moto Yahama 125, cor preta, de placas NWI – 8806, roubada no Parque Jair. O crime foi praticado por dois homens armados com um facão.

Às 21h, no Cohatrac V, o estudante Paulo Renato Pereira foi abordado por quatro homens em um Corsa Classic, cor bege de placas OIX – 9868. Os criminosos levaram a moto Titan 150, cor vinho, de placas NXA – 7182, além do celular da vítima.

Na região Matinha, município de São José de Ribamar, o vigilante Ivan Pereira de Araújo, de 27 anos, teve a sua moto, cuja a marca não foi divulgada, de placas NXH – 2577. O caso aconteceu as 21h. O crime foi praticado por quatro homens armados. O veículo foi localizado, por volta da meia-noite, nas proximidades da agencia do Banco do Brasil, na Cidade Operária.

Quem não teve a mesma sorte foi Edilson José Mendes Gomes, de 37 anos. A moto dele uma Bros 125, cor laranja, de placas OJE – 3934, foi roubada por quatro homens que estavam em duas motos. Todos os casos foram registrados no Plantão do Cohatrac.

31% dos homicídios ocorrem em plena luz do dia

blankHistoricamente, os assassinatos são praticados, em sua maioria, à noite ou durante a madrugada. Mas, na região metropolitana de São Luís, chama atenção o aumento do número de homicídios registrados em plena luz do dia ultimamente. De 1º de novembro até a última sexta-feira (13), nada menos que 40 pessoas foram assinadas entre as 6h e as 18h, grande parte delas em locais públicos, com grande concentração popular, aos olhos assustados das testemunhas. Os números estão no site da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

O caso mais recente aconteceu na última terça-feira (17), às 10h19, na Praça da Saudade, na Madre Deus, local bastante movimentado, o que mais uma vez comprova a audácia dos assassinos que agem na Ilha. A vítima foi Wendel Cunha Rodrigues, 26 anos, morto com vários tiros pelos suspeitos identificados como “Jarbinha” e “Jackson”, integrantes de uma gangue e desafetos do jovem executado.

MPF quer explicações sobre mortes em Pedrinhas

blankO procurador-geral da República e presidente do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Rodrigo Janot, encaminhou hoje (19) ofício à governadora Roseana Sarney (PMDB) por meio do qual pede explicações informações atualizadas sobre a situação do sistema carcerário do Estado.

A resposta deve ser enviada em três dias, e pode subsidiar um pedido de intervenção federal. Segundo nota da Procuradoria Geral da República, o conselheiro do CNMP e presidente da Comissão do Sistema Prisional, Alexandre Saliba, e o coordenador do Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e do Sistema de Execução de Medidas Socioeducativas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Douglas Martins, virão ao Maranhão “fazer inspeção in loco nos estabelecimentos prisionais do Estado para verificar a adequação de condições e procedimentos à legislação que rege o sistema penitenciário, especialmente no que se refere ao respeito aos direitos humanos, bem como o andamento de compromissos firmados pelo governo estadual”.

Na terça-feira (17), quatro detentos morreram no Centro de Detenção Provisória (CDP) após mais um motim causado por disputa de facções em Pedrinhas. No mesmo dia, um detento enforcou-se na Central de Custódia de Presos de Justiça (CCPJ) do Anil. Nesta quinta, um quinto preso foi assassinado, no Presídio São Luís, também em Pedrinhas. Já ultrapassa 50 o número de mortes dentro das penitenciárias do estado.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo