20
jul
2015

Vídeo flagra grave acusação do deputado Fernando Furtado contra Sebastião Uchôa

O deputado estadual  Fernando Furtado (PCdoB), fez uma revelação seguida de grave acusação contra o delegado Sebastião Uchoa, ex-secretário de Estado de Justiça e Administração Penitenciária(SEJAP), no período de um ano e seis meses – 1º de março de 2013 a 17 setembro de 2014.

O episódio aconteceu durante a visita da equipe de gestores e educadores da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) às escolas da área do Turu, na manhã da última sexta-feira (17).

asadas

Deputado Fernando Furtado diz que Uchoa atua para derrubar atual titular da Sejap.

Quando a equipe vistoriava o prédio que abriga provisoriamente o centro de ensino Roseana Sarney – antigo Centro de Recuperação de Idoso – acompanhada do vereador Ivaldo Rodrigues(PDT), surgiu o deputado Fernando Furtado alegando que morava na proximidade e decidiu parar diante da movimentação de veículos da porta da escola.

Então aproveitou a ocasião para explicar a secretária de educação Áurea Prazeres que também estava empenhado na execução do trabalho para recuperar a estrutura física do centro de ensino.

No calor da discurso defendendo as ações do governo do estado, o parlamentar disse que vai pedir nova CPI para apuar irregularidades na gestão de Sebastião Uchoa, que segundo ele, atua constantemente para derrubar o atual titular da Sejap no governo Flávio Dino, Murilo Andrade de Oliveira.

O vídeo acima flagra o momento que o parlamentar dispara: “Vou pedir uma CPI do sistema penitenciário, estive reunido com o pessoal ontem[16], vamos derrubar aquele Uchoa que está minado o Murílo [atual secretário] , tudo isso nós temos que fazer”, disse Furtado.

okok1Sem entender muito do que exatamente falava o deputado, pois Uchôa é atualmente titular da Delegacia Especializada em Meio Ambiente – DEMA, a secretária de educação pergunta: “E ele ainda está lá?”

Furtado revela: Uchoa ta fazendo o seguinte… Está mantendo o pessoa dele e infiltrando mais gente, entendeu. Fiquei sabendo ontem, por exemplo, que teve um cara que sacou uma pistola lá no Nina Rodrigues [Residência em Psiquiatria] para matar os presos. Um agente penitenciário sacou a pistola e não matou os presos que estavam lá no hospital doentes porque o pessoal fechou a porta. Foram no meu gabinete ontem 40 agente penitenciários”. disse.

O deputado finaliza com a seguinte afirmação: “Ele continua lá [Sejap] dando ordem!”.

7 Comentários

  1. Josemar Lauande disse:

    Na verdade, o deputado fernando recebeu 40 servidores administrativos que estão sendo devolvidos para a secretaria de gestão de pessoas, estas pessoas estão preocupadas com a forma indiscriminada que a coisa está acontecendo. Eu faço parte deste grupo de pessoas que o delegado larrat diz que não serve para estar na administração Penitenciária, e ele é um dos pau mandado de uchôa que tá na sejap atrapalhando a gestão do Dr. Murilo, ele quer tirar alguns funcionários que sabem dos podres de uchôa. Governador tudo que o deputado fernando fala de uchôa é verdade, ele é o maior culpado de tudo que aconteceu no sistema. os discipulos dele são larrat, Valdene, josiane, carneiro, ideltrudes, pastor erasmo e outros peixes miúdos que são seguros por estes acima.

  2. Revolucionário furtado da silva disse:

    Deputado, vá arrumar o que fazer e cumprir seu mandato, pois Sebastiao Uchoa tem mais o que fazer cuidando dos animais não humanos que talvez o senhor não tenha o quilate, que chegue aos pés. Sabemos que o senhor tem parente no Sistema Penitenciario, uma ex-agente penitenciaria que foi expulsa e depois voltou como agente de saúde e foi afastada pelo ex-secretário sob graves acusações que vinha mantendo contatos com presos em Pedrinhas, via celular, e, por manobra sua, retornaram-na para o sistema penitêncio, LIANA FURTADO!!!!

  3. Revolucionário furtado da silva disse:

    Toma mais essa “deputado”,,,.

    DESABAFO 1
    Pedrinhas: verdades, mentiras e mitos
    Só Deus sabe o quanto comemos o pão q o diabo amassou para tentarmos mudar o quadro caótico encontrado ali dentro: altíssima corrupção, espancamentos, torturas, processos na corregedoria extraviado com resultado recomendando severas punições e inúmeros arquivados por prescrição e até sem qualquer fundamento, obras inacabadas (algumas indevida,estranha e integralmente pagas pelo meu antecessor), desestruturacao funcional, terceirizacão sem critérios, alta politizacao partidária no preenchimento de cargos em comissão, ou seja, da mínima chefia à secretaria adjunta, disputa imoral, chula e aética entre agentes penitenciários por cargos comissionados, facilitação de fuga, entrada de drogas e celulares sob o manto de convivências funcionais do quadro e/ou terceirizados, mortes de presos em circunstâncias estranhas, superlotação em razão da inércia judiciária em todos os sentidos, visão retrógrada, medieval e passiva de quase todo corpo funcional no que tange a negação total de qualquer política pública voltada para a ressoacilizacao etc Mesmo sofrendo todo tipo de retaliações em razão das mudanças sistemicas implantadas, conseguimos implantar um Centro de Triagem, uma Escola de Formação Penitenciaria, entregamos 4 novos presídios (dois novos construídos e duas grandes reformas com ampliação)sendo 3 no interior e um na capital, deixamos ainda presídios sendo construído em TImon, Pinheiro e término de conclusão do presídio de Imperatriz, além de que fizemos concurso para agentes penitenciários com o curso de formação de mais de 600 horas-aulas e com carga curricular extra dada por agentes penitenciário do Sistema Penitenciario Federal, fortalecemos a Ouvidoria e Corregedoria (esta pela primeira vez depois de quase oito anos,voltou a ser dirigida por um advogado alheio aos quadros, cujos resultados de sindicâncias e processos disciplinares começaram a dar efeito, daí os “incômodos” e as represálias, notadamente por membros do Sindicato dos Penitenciários,hoje com extremo trânsito dentro da gestão penitenciaria no estado) e implantamos várias Assistências aos presos na capital e no interior. Tudo, como dito anteriormente, para revertermos o quadro caótico implantado por gestões pretéritas cujo marco de início das eclosões do ódio pelo ódio, dera-se em outubro de 2010 quando da cachina no Presídio São Luís 1. E o pior, fizemos tais mudanças dentro de um período nefasto no Maranhao: eleição para governador do estado, onde inegavelmente o alvo dos palanques era Pedrinhas e que, tão logo cessaram as eleições, diminuíram substancialmente as ocorrências horrendas dentro dos presídios, embora estávamos na segunda fase de implantação do presídio de segurança média São Luís 3 destinado a custódia de presos de alta periculosidade ligados a lideranças de facções e muitos custodiados no Sistema Penitenciario Federal. Isso é apenas um preâmbulo de capítulo. Sou literalmente a favor que se federalize uma investigação policial sobre o Caso Pedrinhas,pois é preciso ir além do conceito de “facções” e há indícios, de que enfrentamos grande conspiração, pois a quem interessava Pedrinhas em ebulição? Quem se beneficiou durante e depois das eleições com o caos implantado em Pedrinhas? O Brasil e o Maranhão, precisam dar essa resposta…

  4. Revolucionário furtado da silva disse:

    Toma mais essa “deputado” e só olhares no face desse Delegado…

    DESABAFO 1
    Pedrinhas: verdades, mentiras e mitos
    Só Deus sabe o quanto comemos o pão q o diabo amassou para tentarmos mudar o quadro caótico encontrado ali dentro: altíssima corrupção, espancamentos, torturas, processos na corregedoria extraviado com resultado recomendando severas punições e inúmeros arquivados por prescrição e até sem qualquer fundamento, obras inacabadas (algumas indevida,estranha e integralmente pagas pelo meu antecessor), desestruturacao funcional, terceirizacão sem critérios, alta politizacao partidária no preenchimento de cargos em comissão, ou seja, da mínima chefia à secretaria adjunta, disputa imoral, chula e aética entre agentes penitenciários por cargos comissionados, facilitação de fuga, entrada de drogas e celulares sob o manto de convivências funcionais do quadro e/ou terceirizados, mortes de presos em circunstâncias estranhas, superlotação em razão da inércia judiciária em todos os sentidos, visão retrógrada, medieval e passiva de quase todo corpo funcional no que tange a negação total de qualquer política pública voltada para a ressoacilizacao etc Mesmo sofrendo todo tipo de retaliações em razão das mudanças sistemicas implantadas, conseguimos implantar um Centro de Triagem, uma Escola de Formação Penitenciaria, entregamos 4 novos presídios (dois novos construídos e duas grandes reformas com ampliação)sendo 3 no interior e um na capital, deixamos ainda presídios sendo construído em TImon, Pinheiro e término de conclusão do presídio de Imperatriz, além de que fizemos concurso para agentes penitenciários com o curso de formação de mais de 600 horas-aulas e com carga curricular extra dada por agentes penitenciário do Sistema Penitenciario Federal, fortalecemos a Ouvidoria e Corregedoria (esta pela primeira vez depois de quase oito anos,voltou a ser dirigida por um advogado alheio aos quadros, cujos resultados de sindicâncias e processos disciplinares começaram a dar efeito, daí os “incômodos” e as represálias, notadamente por membros do Sindicato dos Penitenciários,hoje com extremo trânsito dentro da gestão penitenciaria no estado) e implantamos várias Assistências aos presos na capital e no interior. Tudo, como dito anteriormente, para revertermos o quadro caótico implantado por gestões pretéritas cujo marco de início das eclosões do ódio pelo ódio, dera-se em outubro de 2010 quando da cachina no Presídio São Luís 1. E o pior, fizemos tais mudanças dentro de um período nefasto no Maranhao: eleição para governador do estado, onde inegavelmente o alvo dos palanques era Pedrinhas e que, tão logo cessaram as eleições, diminuíram substancialmente as ocorrências horrendas dentro dos presídios, embora estávamos na segunda fase de implantação do presídio de segurança média São Luís 3 destinado a custódia de presos de alta periculosidade ligados a lideranças de facções e muitos custodiados no Sistema Penitenciario Federal. Isso é apenas um preâmbulo de capítulo. Sou literalmente a favor que se federalize uma investigação policial sobre o Caso Pedrinhas,pois é preciso ir além do conceito de “facções” e há indícios, de que enfrentamos grande conspiração, pois a quem interessava Pedrinhas em ebulição? Quem se beneficiou durante e depois das eleições com o caos implantado em Pedrinhas? O Brasil e o Maranhão, precisam dar essa resposta…

  5. Josemar Lauande disse:

    o engraçado é que esse incompetente do Uchoa. acresenta no seu vasto curriculo mais de 60 mortes, canibalismo e um diretor de sua confiança que saiu preso e algemado de dentro da unidade em que comandava, me compre um bode velho

  6. Jair Matos Sobrinho disse:

    Uchôa, nunca pensei que você tivesse tanta paixão assim por LIANA FURTADO,fica cada dia mais evidente, até se assina como revolucionário FURTADO. O mundo GIRA, e você jamais imaginou que um dia ela tivesse um irmão deputado.
    Ela não foi expulsa e você sabe disso, ela apenas não se curvou a desmandos de uma gestão muito parecida com a sua na época em que se encontrava no estágio probatório do concurso de agente penitenciária, outra coisa, você já está informado que o processo sobre a denúncia de sua cúmplice Josiane Oliveira contra LIANA FURTADO,foi arquivado por falta de provas. Portanto, agora é sua vez de se justificar na justiça, DENUNCIAÇÃO CALUNIOSA, FALSA NOTÍCIA DE CRIME E INJÚRIA, tá bom pra ti? Ah! Mais uma coisinha, quem te entregou para o Deputado Fernando FURTADO, foram alguns de teus asseclas que agora estão sendo devolvidos, e segundo boatos, eles contaram muita coisa que te compromete. Vai cuidar do que te restou, BICHOS!!!!!!!!!!

  7. Lucimar Agnelo disse:

    Uchôa não engole LIANA FURTADO, porque ela nunca se curvou às suas intimidações, quando ele a denunciou mentindo que ela teria contatos telefônicos com um preso e que fazia isto porque ele havia exonerado o marido dela, ela chamou Silvan Alves e mostrou os memorandos do marido pedindo pra sair ao secretário Sérgio Tamer por duas vezes. O marido dela que não quis trabalhar com esse perseguidor. ELA FALOU EM AUTO E BOM TOM, “UCHÔA É MENTIROSO, NÃO É HOMEM PRA PROVAR QUE ELE EXONEROU MEU MARIDO”, eu sou fã de LIANA FURTADO, disse tudo que eu não tenho coragem de dizer pra ele.

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade