28
mar
2016

VÍDEO: Fantástico revela os codinomes dos Sarney’s no listão da Odebrecht; Filhão, Filhote e Princesa

“Filhão” é Fernando Sarney, dono do Sistema Mirante de Comunicações; “Filhote” é o Deputado Federal Sarney Filho, e a ex-governadora Roseana possui codinome de “Princesa”, todos, incluindo o pai, José Sarney, ou “Escritor” como consta no listão da Odebrecht, são acusados de receber propina.

O vídeo acima mostra trechos da reportagem da edição deste domingo(27) do Fantástico. Os membros da oligarquia Sarney, foram citados na reportagem do programa da TV Globo.

Esta semana, a Operação Lava Jato apertou o cerco à maior empreiteira do país, a Odebrecht. Veio a público uma lista apreendida em fevereiro, durante a 23ª fase da operação batizada de “Acarajé”, com os nomes de mais de 200 políticos, de partidos da base do governo e da oposição, ligados a anotações com valores em dinheiro. A Polícia Federal ainda investiga se os documentos comprovam ou não algum ato ilícito.

Na sexta-feira (25), a repórter Sônia Bridi, entrevistou uma ex-funcionária da Odebrecht que afirma: o pagamento de propinas seria uma prática antiga na empresa. Conceição Andrade trabalhou como secretária do departamento financeiro por 11 anos. Quando saiu da Odebrecht, levou com ela uma outra lista, dos anos 80, com mais de 500 nomes.

rs

“Filhão”, “Filhote” e “Princesa”.

“Em 1988, o presidente era José Sarney; a moeda, o cruzado, que teria vida curta. Naquele ano, a inflação passaria dos 1000% e a Constituição do Brasil Democrático seria promulgada. Era um brasil diferente, mas uma prática parece ter sobrevivido até hoje.”, diz a reportagem.

O programa diz ainda, que a papelada apreendida é o mais completo acervo do que pode ser a contabilidade paralela descoberta e revelada pela força-tarefa da Operação Lava Jato. As planilhas estavam com Benedicto Barbosa Silva Júnior, presidente da Odebrecht Infraestrutura, e conhecido no mundo empresarial como “BJ”.

Entre os citados o ex-senador José Sarney (PMDB). Nos mesmos documentos aparecem supostos repasses aos três filhos do ex-presidente, um dos caciques nacionais peemedebistas: o empresário Fernando Sarney, o deputado José Sarney Filho (PV-MA) e a ex-governadora do Maranhão Roseana Sarney (PMDB).

A revelação trás em seu bojo, alguns apelidos atribuídos aos políticos nos documentos da Odebrecht: José Sarney é “Escritor” Edison Lobão é ‘Sonlo’, Sarney Filho é ‘Filhote’, Fernando Sarney é ‘Filhão’, Roseana Sarney é “Princesa”.

LEIA TAMBÉM:

– Quem é quem na “lista da Odebrecht” 

– Ex-funcionária afirma que pagamento de propina era prática na Odebrecht

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade