02
mar
2020

União de Rubens Pereira e Gabriel Tenório pode beneficiar reeleição de Ferdinando Coutinho em Matões

O resultado da soma de Rubens e Gabriel pode ser negativa nas urnas de Matões...

O resultado da soma de Rubens e Gabriel pode ser negativa nas urnas de Matões…

A união anunciada esta semana pelo ex-deputado Rubens Pereira ao seu até então adversário advogado Gabriel Tenorio visando as eleições deste ano no município de Matões pode surtir o efeito contrário e beneficiar diretamente a reeleição do atual prefeito Ferdinando Coutinho.

Rubens havia afirmado rompimento político com o atual prefeito em janeiro deste ano, mas bem antes disso, já mantinha conversas com o pré-candidato da oposição.

E em apenas dois meses após tornar público o desligamento político com o prefeito Ferdinando, Pereira agora afiança apoio a Tenorio.

A união de Rubens a Gabriel tem sido rejeitado pela população, sobretudo, os eleitores do jovem advogado. 

Gabriel Tenorio se vende à população como o “novo” da política e, por conta disso, logo vem a contradição mesclado à incoerência: Como pode uma pessoa que se diz ‘renovação’ se unir exatamente à velha política?!

Rubens é considerado um oligarca em Matões por consequência de estar tantos anos no poder…

Portanto, o vínculo entre Gabriel e Rubens tem maior perda ao pré-candidato a prefeito que é líder nas pesquisas, pois, a imagem repassada aos matoenses é de que Tenorio se associou ao atraso político pela busca implacável ao poder a qualquer preço.

O Blog do Domingos Costa ouviu um analista político do município que pediu reservas em relação ao seu nome e confirmou a tendência do eleitorado após a união.

“Gabriel era tido como a mudança e esperança para o povo de Matões, mas agora se rendeu aos encantos do poder fácil e se juntou à velha política, que pratica qualquer ato para chegar ao poder. A consequência disso é que aliados – muitos desses históricos – estão debandando em massa para o grupo do atual prefeito Ferdinando Coutinho.”, disse a fonte.

– Exemplo de Buriticupu 

O que acontece no município de Matões, ocorreu em Buriticupu nas eleições de 2016. Por lá, os ex-prefeitos Gildan Medeiros e Francisco Primo, que estavam separados há vinte anos, decidiram se unir para vencer o prefeito Zé Gomes.

A candidata dos dois foi a então deputada estadual Francisca Primo. Após a união da dupla, inúmeras apostas foram feitas na cidade dando conta que a junção de Medeiros e Primo iria resultar em uma avassaladora vitória com mais de 10 mil votos de diferença. 

Quando abriu-se as urnas, Zé Gomes foi reeleito com 18.074 votos (57.11%) contra 13.574 votos (42.89%) de Francisca. Isto é, a união surtiu um efeito contrário.

Portanto, na política – a depender da circunstância – existem alianças que resultam em perdas… A exemplo desta  em Matões!

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo