Política

Família do gestor da capital move processo na Justiça por Neto ter atacado escola da mãe do prefeito.

Edivaldo Holanda Júnior e Neto, a'cara' do prefeito diz tudo...

Quando Edivaldo Júnior e Neto estão à mesa, a ‘cara’ do prefeito diz tudo…

É público que o prefeito de São Luís, Edvaldo Holanda Júnior (PDT), não seguirá as orientações do seu partido nestas eleições municipais, e portanto, já mandou avisar que não apoiará o deputado estadual Neto Evangelista (DEM), pré-candidato ao Palácio La Ravardière.

O que muita gente, ou quase ninguém, sabe é o fato motivador da recusa do gestor da capital em levantar a mão de Neto no palanque. Curioso que é, o Blog do Domingos Costa foi em busca das razões que levaram Edivaldo dizer não para o PDT.

Para entender essa história precisamos voltar às eleições de 2012, quando o filho do saudoso João Evangelista foi vice na chapa encabeçada por João Castelo, que teve a reeleição barrada nas urnas exatamente por Edivaldo – eleito para o primeiro mandato -, com apoio do então pré-candidato ao governo Flávio Dino.

Na época, durante o período eleitoral, Neto Evangelista expôs em propaganda política veiculadas em rádio e na televisão a Universidade Infantil Rivanda Berenice – UIRB, localizada no Recanto Vinhais, São Luís, de propriedade da mãe do Edivaldo, Dona Rivanda Braga.

Na disputa pela prefeitura, na condição de vice, Neto atribuiu a Edivaldo por ser sócio da escola, a péssima nota no Exame Nacional do Ensino Médio. “Está colocada entre as piores posições do exame, e, por conta disso, reprovada no último Enem”, disse Evangelista, à época. O que era mentira!

Por se tratar de um assunto familiar que atingiu diretamente a mãe de Edivaldo, o prefeito desde então manteve certa distância de Neto Evangelista. E se tratando de política, não quer aproximação do deputado.

Inclusive, por esse assunto que envolve a escola Rivanda Berenice, após a eleição que consagrou o primeiro mandato de Holanda Júnior, a família do prefeito interpelou judicialmente Neto na Justiça, conforme consta no processo nº 0006919-35.2012.8.10.0000.

Na Queixa-Crime, a escola alegou crime contra honra, dato delituoso praticado em campanha eleitoral, e disse que as agressões por parte do então candidato a vice de Castelo, foram “ofensas que agrediram veementemente a imagem da escola perante a sociedade.”

Portanto, a ideia do PDT apoiar Neto nunca foi de Edivaldo Holanda Júnior, na verdade, o prefeito sempre se mostrou simpático ao nome do presidente da Câmara, Osmar Filho.

E verdade seja dita, quem “criou” Evangelista para prefeito foi o senador Weverton Rocha.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O TRÂMITE DA AÇÃO QUE EDIVALDO MOVEU CONTRA NETO POR ATACAR A ESCOLA DA FAMÍLIA DO PREFEITO.

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo