França do Macaquinho, e o seu vice, Juscelino Júnior, tiveram os mandatos cassados.

Atualizado as 21h – Após três dias e dois pedidos de vistas, o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) concluiu o julgamento da prefeita prefeita de Santa Luzia, Francilene Paixão Queiroz, a “França do Macaquinho”, e o seu vice, Juscelino Júnior.

Por Por 5×1, a gestora e seu ex-companheiro de chapa tiveram o mandato cassados pela Corte Eleitoral maranhense.

Pela decisão do Pleno do TRE, França e o vice são afastados de forma imediata do comando do Poder Executivo Municipal.

Quem assume a prefeitura de forma interina é o presidente da Câmara de Vereadores, até que seja definida data para realização de nova eleição no município.

França do Macaquinho foi acusada de crimes eleitorais, entre os quais captação ilícita de sufrágio e o abuso do poder político e econômico.

O voto final foi do juiz eleitoral Gustavo Vilas Boas, que confirmou a cassação. Além do voto de hoje, já haviam votado pela cassação os juízes Itaércio Paulino da Silva (relator), Wellington Cláudio de Castro, José Eduardo Moreira e Júlio César Praseres. Apenas Tyrone José da Silva teve um entendimento diferente.