Política

Instituto é conhecido pelo seu histórico de erros nas eleições do Maranhão…

O contestado instituto MBO Publicidade, Marketing e Pesquisa, ao pedir registro de um dos seus duvidosos levantamentos pré-eleitorais sobre aspectos da política maranhense junto a Justiça Eleitoral, diz que entre os dias 26 de março e 04 de maio de 2018 (pouco mais de um mês) ouviu 10.993 entrevistado.

Sabe-se lá por qual motivo, o Instituto decidiu pedir o cancelamento desta pesquisa. Misteriosamente da noite para o dia, o MBO pediu um novo registro do mesmo levantamento (sob o número MA-00172/2018) e, acreditem, mudou drasticamente a quantidade de pessoas ouvidas multiplicando por dez, agora, alega ter entrevistado 109.730 maranhenses.

Outra suspeita que pesa contra a empresa sediado no Centro da cidade de Caxias, leva em consideração o fato do MBO Publicidade, Marketing e Pesquisa ter deixado de ouvir a opinião de pessoas de São Luís e Imperatriz, dois dos maiores colégios eleitorais do estado. A pesquisa limitou-se a entrevistar apenas eleitores de municípios pequenos.

A lambança está prevista para ser divulgada na próxima segunda-feira (14/05) e, dessa forma, tentar tumultuar a corrida eleitoral estadual. Diante das tantas irregularidades, é certo que o levantamento não corresponde à realidade da intenção de voto dos maranhenses sobre as eleições gerais 2018.

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

 

RÁDIO TIMBIRA

Rádio Timbira Ao Vivo