17
jul
2018

Do deputado Adriano Sarney golpista do WhatsApp levou 70 mil reais

Quadrilha foi desarticulada pelas Polícias Federal e Civil em São Luís, quatro suspeitos de aplicar golpes pelo aplicativo foram presas, outras quatro estão foragidas.

Preso nesta manhã, líder da organização criminosa, Leonel Silva Pires Júnior, se passou por político e conseguiu um depósito bancários.

Uma operação da Polícia Federal em conjunto com a Polícia Civil do Maranhão e do Paraná prendeu na manhã desta terça-feira (17), em São Luís, quatro suspeitos de integrar quadrilha que aplicava golpes pelo aplicativo whatsapp.

Segundo o delegado do Departamento de Combate a Crimes Tecnológicos da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), Odilardo Muniz dentre os presos está Leonel Silva Pires Júnior que seria o chefe da organização.

O delegado Odilardo Muniz disse que Leonel se passou por político e conseguiu por meio do golpe um depósito no valor de R$ 70 mil. “O Leonel fez várias vítimas como, por exemplo, o deputado Adriano Sarney. Os mandados que estamos cumprindo aqui teve como vítima a pessoa do Adriano Sarney, que depositou 70 mil reais em contas fraudulentas para o Leonel e para os seus comparsas”. Informou o delegado.

De acordo com o delegado, Leonel usava a sua empresa para realizar os golpes. “Leonel utilizou a sua empresa para conseguir chips para justamente trocar esses chips. Ele cancelava o chip real e resgatava no chip normal. Dos 120 chips que ele tinha, que a sua empresa faturou, 79 foram utilizados para golpes só na operadora Vivo”. Disse Odilardo Muniz .

Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa, previstos nos arts. 154-A, §3º e §5º, e 171, §3º e 288 do Código Penal Brasileiro. Além do líder, tiveram mandados de prisão decretados durante a operação: ANA LÚCIA MIRANDA ROCHA, ERICK RAPHAEL REIS TEIXEIRA, ELOAH CHRISTINA ARAÚJO MACHADO, IVANILDE NOGUEIRA AMARAL, MARKSUEL PEREIRA DE SOUSA, RUDSON JANUARIO SERRA e THATIELLE CRISTINA CORDEIRO SILVA.

3 Comentários

  1. blank Cezar Scanssette disse:

    Domingos, o deputado Adriano Sarney não depositou dinheiro na conta de ninguém. Os criminosos clonaram o telefone do deputado e pediram vantagens para os seus contatos

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo