20
out
2017

Senadores do MA tentam atingir Flávio Dino e prejudicam a saúde de quem mais precisa

Uma manobra dos senadores Edison Lobão (PMDB), Roberto Rocha (PSDB) e João Alberto (PMDB) resultou no corte de R$ 90 milhões em recursos que deveriam ter sido destinados aos municípios para investimentos em ações no setor da saúde.

É que no começo deste mês de outubro, mais de 100 prefeitos, sob a liderança do presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), Cleomar Tema, estiveram em Brasília e receberam a garantia da bancada maranhense de que os R$ 160 milhões aos quais os parlamentares têm direito, através de emendas impositivas, seriam alocados no orçamento da União para o setor da saúde.

Acontece que Roberto Rocha, João Alberto e Edson Lonão mudaram e decidiram não mais cumprir o acordado. O objetivo foi evitar que o dinheiro fosse distribuído as prefeituras via governo do estado e desta forma, na visão dos senadores, beneficiar politicamente o governador Flávio Dino (PCdoB) nas eleições do próximo ano.

Por conta disso, dos R$ 160 milhões, apenas R$ 70 milhões foram destinados para a saúde das cidades. Os outros R$ 90 milhões serão enviados à Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (CODEVASF).

Lobão, Roberto Rocha e João Alberto: a vergonha do Maranhão.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo