12
jun
2017

Senador João Alberto se complica ao tentar defender políticos corruptos

João Alberto insinua à Revista Veja que usou dinheiro em espécie na compra de voto…

Mais uma vez o senador maranhense João Alberto, do PMDB, se embananou todo ao tentar defender políticos envolvidos na Operação Lava Jato. Em entrevista à revista Veja, o peemedebista revelou que já retirou R$ 100 mil em uma mala de um banco durante a eleição.

A declaração foi dado no contexto de uma pergunta sobre a delação do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado o qual afirmou ter pago R$ 30 milhões de propina ao senador Renan Calheiros (PMDB-AL).

“O cidadão diz que deu 30 milhões de reais para um senador, como há um caso [O delator Sérgio Machado afirma que pagou esse valor para Renan Calheiros]. Nessa minha mala aqui cabem 100 mil reais [afirma, colocando uma mala de couro sobre a mesa]. Eu já tirei do banco esse valor, na época da eleição, e botei nela. Trinta milhões representam 300 dessas”, declarou.

Como é?!

João Alberto sacou R$ 100 mil às vésperas do dia da eleição?

Para quê esse dinheiro em espécie Senador?

Ainda durante entrevista à revista Veja, João Alberto defendeu anistia ao caixa dois. Ele propõe punições brandas para quem se meteu com caixa dois. Para o senador, que aos 82 anos foi eleito para presidir pela sexta vez o Conselho de Ética do Senado, a devolução do dinheiro irregular já bastaria para livrar os políticos de qualquer embaraço judicial.

LEIA A ÍNTEGRA DA ENTREVISTA (AQUI).

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo