29
jun
2015

Salário que o padre Roberto Perez recebia sem trabalhar no governo Roseana era de R$ 2.376

Demitido no dia 28 de março de 2015 do cargo que de fato nunca exerceu no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, o padre da Pastoral Carcerária  tinha o salário de R$ 2.376,00 e hoje sente muita falta da boquinha.

IMG_1095

De cara logo vir que as criticas insensatas do padre Roberto Perez Cordova, da Pastoral Carcerária contra o governo Flávio Dino(PCdoB) tinham um fundo de saudade.

Ainda não é a ideal, mas de fato o atual governo tem imprimido resultados de melhoria no Sistema Penitenciário do Maranhão. Alegar que a situação em Pedrinhas é pior que a de antes é no mínimo suspeita por parte do nobre Padre.

Podem até ser desatinado as palavras do Padre, no entanto, são perfeitamente compreendidas. É que o  sacerdote  estava defendendo o próprio pão.

Ele aparece na imensa lista de funcionário fantasmas que eram pagos por meio de uma empresa terceirizada que prestava serviço para o governo Roseana Sarney, mas nunca foi visto exercendo a função estampada no contracheque.

Demitido no dia 28 de março de 2015 do cargo que de fato nunca exerceu no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, Roberto Perez Cordova, tinha o salário de R$ 2.376,00, e hoje sente muita falta da boquinha.

 

Nota do Governo

A respeito de nota atribuída à Pastoral Carcerária, o Governo do Maranhão tem a informar:

1 – A nota é absurdamente inverídica, pois jamais o governador do Estado afirmou que o sistema penitenciário estava perfeito e isento de problemas, tampouco se “descontrolou”. Frise-se que a reunião encontra-se gravada e terminou com uma festiva foto, com todos os participantes.

2 – O governador do Estado apenas respondeu a uma equivocada afirmação de que o sistema penitenciário “piorou” neste ano de 2015. Ao fazê-lo, resumiu os avanços e anunciou as medidas que serão adotadas para continuar melhorando. Lembramos que, neste ano, houve uma redução de 61% no número de fugas e de 63% no número de mortes, e nenhuma rebelião em Pedrinhas. Os dados são públicos e estão à disposição de todos.

3 – Na verdade, a nota atribuída à Pastoral Carcerária deriva da revelação de que um dos seus membros recebia remuneração indevida de uma empresa terceirizada no sistema penitenciário. O que gera, aí sim, reações prepotentes e descontroladas.

4 –  Sobre a presença da Pastoral Carcerária em Pedrinhas, ela será sempre bem vinda, assim como tem sido bem recebidas todas as instituições que verdadeiramente querem melhorar a execução penal no Brasil. O governo do Maranhão vai continuar corrigindo os erros do sistema penitenciário, nos termos de Acordo assinado com o presidente do Supremo Tribunal Federal e outras autoridades.

Associação dos Magistrados

Ao contrário daqueles que tentam passar para a opinião pública que o caos ainda toma conta dos presídios maranhenses, o presidente da Associação dos Magistrados do Maranhão (AMMA), juiz Gervásio Protásio, disse nas redes sociais, que é preciso reconhecer os avanços ocorridos.

Para o magistrado, a redução do número de fugas e mortes, além da ausência de rebeliões, são indicadores positivos. Segundo o magistrado, seis meses não são suficientes para corrigir a situação deixada por governos passados.

A histórica falta de investimentos no sistema penitenciário do Estado gerou um quadro dramático – finaliza.

2 Comentários

  1. Maranhense disse:

    EMPRESA FANTASMA: ESQUEMAS DE CORRUPÇÃO EM SÃO JOÃO DOS PATOS

    “http://blogdoedgarribeiro.blogspot.com.br/2015/06/empresa-fantasma-esquemas-de-corrupcao.html”

    Desta vez o esquema´descoberto foi o de que o prefeito de São João dos Patos, Waldênio contratou a empresa fantasma Genilton L. de Carvalho & Cia Ltda – ME por R$ 1.837.700,00 (um milhão, oitocentos e trinta e sete mil e setecentos reais) para prestar serviços de realização de eventos.

    Isso dá para realizar todo mês um evento no valor R$ 153.141,66.

    Veja onde fica a empresa de eventos contratada pelo prefeito Waldênio:

    Na Rua Joaquim Távora, bairro Cajazeiras, nº 345, na cidade de São João dos Patos (MA).

    Vizinhos informaram que a casa fica fechada e mora apenas um rapaz dono de uma oficina de motos.

    Ai está longe de ser uma empresa de eventos.

    Se o Ministério Público e a polícia não agirem rápido, os recursos da prefeitura de São João dos Patos acabarão sendo desviados para Imperatriz.

  2. blank Antonio disse:

    Esse governador e um paspalhão, boquinha, benesse e mensalinho e so qoe tem dentro do seu governo, ele tá blogueiro, do que governador!

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo