06
nov
2013

Roseana desmoraliza Ricardo Archer e seu próprio governo

Ricardo Acher sai do Governo Roseana da pior forma possível: Desmoralizado!

Ricardo Acher sai do Governo Roseana da pior forma possível: Desmoralizado!

No inicio do mês de junho, o ex-prefeito de Codó Ricardo Archer ameaçou sair do ninho Sarney, até carta anunciando sua desfiliação do PMDB mandou veicular na grande imprensa. Mas tudo não passava de um jogo de valorização. Passado uns dias, o cla-sarney logo o chamou e surpreendeu a classe politica, adversários e até os próprios aliados, quando anunciado para  Secretário de Articulação Política do Governo do Estado.

Nomeado no dia 17 de setembro, Archer passou 52 dias no cargo, até exoneração ontem, 06/11, diga-se de passagem, de forma humilhante!  Motivado pelo pedido do vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB/MA, Rafael Silva, que protocolou representação no Ministério Público Estadual contra a permanência de Ricardo Archer no Governo do Maranhão, pela questão da Lei da Ficha Limpa.

A demissão do ex-prefeito de Codó Ricardo Archer, do cargo de Secretário de Articulação Política é a prova que estava faltava para selar a incompetência de um Governo que tropeça nos próprios passos. Como bem disse um aliado do clã: “… A família Sarney está irreconhecível…”

Ora, a Governadora Roseana sancionou a lei da Ficha Limpa, no mês de agosto, Ricardo Acher foi nomeado em setembro – um mês após – portanto, tudo não passou de um jogo de cartas marcadas. Que resultou, agora, na desmoralização do nome da família Archer no Maranhão.

Todos da cúpula do Governo sabiam que Archer é ficha suja, sua nomeação repentina foi uma forma de evitar sua ida para o grupo da oposição liderado por Flávio Dino. Roseana só o nomeou porque sabia queria exonerado. Será?

No minúsculo período que esteve no cargo de secretário, Archer figurou como coadjuvante, mero vaso decorativo! O ex-prefeito não gozava de prestigio entre os aliados da família sarney. Ninguém respeitava Ricardo no governo.

Prova disso, que os poucos que procuravam a Secretaria, eram encaminhados para o secretário adjunto, ex-prefeito de Itapecuru-Mirim e ex-presidente da FAMEM, Júnior Marreca. Além disso, assim que Acher assumiu a secretaria, Roseana tratou de tirar o poder de encaminhar a liberação das emendas parlamentares da pasta e transferiu a missão para o secretário chefe da Casa Civil, João Abreu.

A exoneração de Archer, abre um precedente para demissão de tantos outros fichas sujas que estão pendurados em cargos de confiança no âmbito da administração pública estadual.

Mas, essa é outra história!

1 Comentário

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo