23
jan
2019

Atraso de salários e ameaça de paralisação são sintomas de aumento da passagem de ônibus

Rodoviários ameaçam nova paralisação e empresas pressionam pelo aumento da passagem

Rodoviários ameaçam nova paralisação e empresas pressionam pelo aumento da passagem.

Por meio de comunicado, os rodoviários informaram nesta quarta-feira (23), que, caso não seja pago os salários atrasados dos trabalhadores dos Consórcios Upaon-Açu e Central, a frota de ônibus será suspensa na capital.

De acordo com o Sindicato, os dois consórcios reúnem dez empresas. A notificação foi expedida pelo departamento jurídico dos Rodoviários do Maranhão, concedendo um prazo de 72 horas, para que os pagamentos devidos, do salário e ticket alimentação, sejam efetuados aos trabalhadores, caso contrário, a operação dessas empresas na Grande São Luís, será suspensa.

Para quem conhece de perto como são os movimentos antecedentes a um aumento de passagem, sabe que a elevação na tarifa dos ônibus da Grande Ilha de São Luís é inevitável, apenas questão de dias.

E o anúncio amargo já pode acontecer a partir da próxima semana. Serão entre R$ 0,40 a 0,60 centavos a mais para a população pagar.

Por meio de nota, Isaias Castelo Branco, Presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão, explicou sobre a possível paralisação dos rodoviários. Confira abaixo:

“Além das empresas do Grupo 1001, que por dois dias permaneceram sem rodar na cidade, há problemas semelhantes, identificados em outras empresas que compõem esses dois Consórcios. Como entidade, com atribuições legais para defender os interesses e resguardar todos os direitos dos Rodoviários no Estado, não iremos permitir, que pais e mães de família, sejam duramente prejudicados, pelo não pagamento de salários e pela não concessão de benefícios importantes, como é o caso do ticket alimentação. Estamos tomando todas as providencias legais, inclusive, informando a justiça sobre os nossos próximos passos. Se os trabalhadores desses dois Consórcios não receberem o que são deles por direito, após 72 horas, ou seja, a partir de segunda-feira (28), cobradores e motoristas dessas dez empresas, irão cruzar os braços”.

2 Comentários

  1. BF disse:

    Cadê esse eterno secretário da smtt, que tá calado, isso é uma vergonha esse secretário.tem q sair desta pasta já tá lá à cinco anos

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo