Se candidato ao governo, Murad tira qualquer chance de tentar eleger a filha deputada federal.

Apesar de insistir em afirmar que é pré-candidato a governador, o ex-secretário de Saúde do Estado, Ricardo Murad (PRP) não irá disputar o governo do Maranhão .

É que o Chefe de Organização Criminosa, segundo a Polícia Federal, que desviou milhões da Saúde do Estado, não tem condições políticas de formar uma coligação partidária competitiva.

E por conta disso, a filha Andrea Murad – que será candidata a deputada federal – fica impossibilitada de alcançar coeficiente eleitoral numa eventual junção com partidos nanicos.

Ricardo, que conhece o tabuleiro eleitoral, sabe que para tentar eleger sua filha à Câmara Federal precisa de uma coligação de peso, e isso ele não terá. Precisará buscar os partidos simpáticos à sua cunhada, a ex-governadora Roseana Sarney, do PMDB.

De forma que Murad acabará pedindo benção novamente a filha de Sarney…