16
ago
2020

RAPOSA: Pré-candidato a vereador divulga pesquisa falsa e pode levar multa de R$ 106 mil da Justiça Eleitoral

Publicação de Gugu Maia ocorreu por meio de comentário na postagem da senhora Rafa S Lima, depois, a arte da pesquisa publicada por ele ganhou as demais redes sociais...

Publicação de Gugu Maia ocorreu por meio de comentário na postagem da senhora Rafa S Lima, depois, a arte da pesquisa publicada por ele ganhou as demais redes sociais…

O servidor público Natanael Carneiro Melo, autointitulado de “Gugu Maia” divulgou neste sábado (15) por meio de sua conta no Facebook, uma falsa pesquisa acerca das eleições no município de Raposa.

A fraude publicada não possui número de registro, tampouco nome da empresa que realizou e também não tem a margem de erro, o grau de confiança do levantamento ou o dia que foi realizada.

Gugu Maia que é agente administrativo lotado na Unidade Integrada Sarney Filho, fez a publicação em uma postagem da senhora de nome Rafa S Lima (veja AQUI), quando a internauta fez uma publicação sobre fatos políticos da pré-campanha no município raposense.

No comentário feito pelo apoiador da pré-candidata a prefeita Ocileia Fernandes (PSDB), ele diz na peça publicitária: “INTENÇÃO DE VOTO! Pesquisa recente aponta vitória de Ociléia Fernandes. PRA CIMA 45! [número da pré-candidata] em seguida mostra números discrepantes, e portanto, mentirosos.

Pra finalizar, Gugu diz no final da postagem da mesma publicação: “Eleição 2020 em Raposa-MA.”.

Após publicar por meio de comentário o resultado da pesquisa falsa, a arte publicada por Natanael Melo foi alardeada nas demais redes sociais do município.

Diversos “prints” a partir da publicação do servidor público no facebook acabaram viralizando…

Embora trabalhe em Raposa e apoie Ociléia, Gugu não vota no município, ele reside na Avenida 14 [Proximidade da Lavatec] no bairro do Maiobão em Paço do Lumiar, onde é pré-candidato a vereador pelo PSDB.

– Multa 

Desde o dia 1º de janeiro deste ano, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) proíbe a realização de pesquisas de opinião pública relativas às eleições ou aos candidatos sem efetuar o cadastro no Sistema de Registro de Pesquisas Eleitorais (PesqEle), em até 5 (cinco) dias antes da divulgação.

Trabalha na prefeitura de Raposa e mora em Paço do Lumiar...

Trabalha na prefeitura de Raposa e mora em Paço do Lumiar…

As pesquisas registradas na Justiça Eleitoral devem conter as seguintes informações: nome do contratante; valor e origem dos recursos despendidos no trabalho; metodologia e período de realização; plano amostral e ponderação quanto a sexo, idade, grau de instrução, nível econômico e área física de realização do trabalho a ser executado; intervalo de confiança e margem de erro; sistema interno de controle e verificação, conferência e fiscalização da coleta de dados e do trabalho de campo; questionário completo aplicado ou a ser aplicado; nome de quem pagou pela realização do trabalho e cópia da respectiva nota fiscal.

Os responsáveis pela divulgação de pesquisa sem o prévio registro na Justiça Eleitoral estão sujeitos à aplicação de multa no valor de R$ 53.205,00 a R$ 106.410,00 (Lei nº 9.504/1997, arts. 33, § 3º, e 105, § 2º). A divulgação de pesquisa fraudulenta (falsa) constitui crime, punível com detenção de seis meses a um ano e multa. A Resolução TSE 23.600/2019  é a norma que regulamenta a matéria.

– Outro lado 

O Blog do Domingos Costa procurou “Gugu Maia” para falar a respeito da publicação, entretanto, o apoiado de Ocileia que é pré-candidato a vereador em Paço do Lumiar leu as mensagens enviadas, mas não quis respondê-las.

blank

Gugu Maia é apoiador de Ociléia em Raposa…

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo