12
ago
2015

“Quero ver se ele terá coragem de falar na minha cara”; recado de Toca Serra para Fernando Furtado

DSC_0378-toca-serrapref.costinha-e-o-colega-irlan-serra-pref.-de-pedro-do-rosário

Toca Serra avisa Fernando Furtado que é chagada a hora da prestação de contas entre os dois.

O deputado estadual Edivaldo Holanda (PTC) deve se licenciar na próxima semana para tratamento de saúde, durante o período de três meses. Nesse tempo, o primeiro suplente de deputado estadual Domingos Erinaldo Sousa Serra, mais conhecido como Toca Serra (PTC), assumirá a vaga.

A chegada de Toca na ALEMA promete estressar o afoito deputado pescador Fernando Furtado (PCdoB), que usou a tribuna da Assembleia no fim de maio deste ano, para acusar Serra e pedir a prisão de seu irmão, o prefeito do município de Pedro do Rosário Irlan Serra(PTC).

Segundo Furtado, a Polícia encontrou nos cofres do empresário Paconvan dois cheques emitidos em nome de Serra. Cheques esses no valor de R$ 1 milhão e outro no valor de R$ 1,5 milhão. Para o deputado, o pagamento desses cheques seria feito com recursos desviados do município, que deveriam servir para a merenda escolar e comprar medicamento para o hospital sucateado. “Queria pedir ao GAECO que prenda esse pessoal. Tem que prender! Se desviou dinheiro do povo, tem que prender! Bandido tem que estar é na cadeia e os caras ficam brincando com a população”, cobrou o parlamentar.

Por sua vez, o primeiro suplente ingressou com representação na justiça contra blogueiros maranhenses e o deputado, por difamação e calunia, cobra dos caluniadores na justiça que apresente os tais cheques.

“Eles vão ter que mostrar diante da justiça esses cheques. Se houvesse cheques deveria ter mostrado como mostraram os dos outros”, disse Serra.

Furtado é conhecido na baixada como lutador de MMA.

Além de Toca, o prefeito Irlan Serra também ingressou na justiça e quer reparação das acusações que tem sofrido por uma parte da imprensa e pelo parlamentar, que segundo o prefeito estaria a serviço e sendo usado pela oposição de Pedro do Rosário para fazer uma politicagem rasteira contra o prefeito sua família e contra o município.

Em relação à prisão que pediu o deputado, Toca lembrou que: “Quem deveria estar preso, era ele Fernando, acusado de usar benefícios como pescador e de utilizar Sindicatos e se dizer dono de Entidades de Pescadores nos municípios de Pinheiro, Pedro do Rosário e outros”. Afirmou Toca!

De forma que os próximos capítulos das trocas de acusações veremos no plenário do parlamento estadual a partir da semana vindoura.

Até lá…

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo