05
fev
2018

Que ‘mijada’!

Repercute muito na imprensa a “mijada” que o desembargador Jaime Ferreira de Araújo, do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), deu em um advogado do interior do Estado num despacho ao decidir acerca de um processo em que o membro da OAB-MA pedia a liberação de um veículo apreendido. O defensor protocolou um habeas corpus, pedido considerado equivocado pelo magistrado, que registrou isso na sua decisão. O desembargador declarou, no despacho, que o advogado “não detém conhecimentos mínimos para o exercício da profissão” e chegou a sugerir que a OAB-MA o inscreva “na Escola da Advocacia” para que seja submetido a um novo Exame de Ordem.

Confira o trecho abaixo:

1 Comentário

  1. júnior disse:

    A OAB está certa em defender seu associado, mesmo ele sendo burro, quando ao desembargador, ele deve ter ficado tão perplexo com o que leu, que resolveu diante de tamanha burrice fazer a cobrança publica a OAB.

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo