12
abr
2018

Que horror! Mídia sarneysista comemora suicídio de médico preso pela Polícia Federal

Médico Mariano de Castro e Silva suicidou-se na noite desta quinta(12)…

A trágica notícia do suicídio do médico Mariano de Castro e Silva na noite desta quinta-feira (12) surgiu como um grito de gol para a mídia de oposição ao governo do Estado, sobretudo, os meios de comunicação afins da família Sarney.

Nos sites e blogs sob comando dos oposicionistas, nenhuma palavra de condolência ou que se assemelhe a solidariedade. Muito pelo contrário, nesse momento de profunda dor, os sarneysistas sedentos pelo desgaste da imagem do governo, convergiram apenas para a circunstância do médico ter sido preso acusado de suposta participação na Operação Pegadores – desencadeada pela Polícia Federal em novembro de 2017.

Pior ainda foi a reação nos grupos de redes sociais, houve uma verdadeira comemoração após a confirmação da morte do médico que foi encontrado pendurado em uma corda no seu apartamento na capital Teresina (PI). 

Uns, da mente mais doentia, falam em “queima de arquivo”, outros mais hilariantes alegam, acredite, que a culpa é do governador Flávio Dino.

Há ainda os que preferem focar no fato dele ter sido assessor especial da Secretaria de Estado da Saúde e, até nesta noite, estava em prisão domiciliar, conforme decisão do TRF-1 .

Até uma suposta carta que teria sido escrita por Mariano, mas sem nenhuma comprovação pericial, serve como base argumentativa para os lunáticos sarneysistas.

Especulam de tudo, só esquecem que nesse momento extremamente delicado, estão tratando um caso trágico de forma irracional, afinal, uma vida foi perdida.

Comportamento midiático que chega ser asqueroso!

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

CONTAGEM REGRESSIVA

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894