26
mar
2015

PROPINA: Certidão confirma que dez Vereadores de Açailândia estão sendo investigados

11076219_831684136911757_87887851_nUma certidão emitida pelo Ministério Público em Açailândia, confirma que dentro do prazo legal tramita regularmente o Inquérito Civil nº 06/2014 – 1ª PJ/AÇAI, que investiga dez vereadores dos 17 que compõem a Câmara Municipal, eles são acusados de receber propinas para aprovar projeto que previa a instalação da Aciaria Aço Verde no município, de propriedade do Grupo Ferroeste, que é presidido pelo o empresário mineiro, Ricardo Nascimento.

Para ser instalada em Açailândia, o líder do grupo Ferroeste, Ricardo Nascimento teria pago cerca  de R$ 50.000.00 (cinquenta mil) para que o grupo de dez vereadores aprovasse o projeto.

Ciente da denuncia, a prefeita Gleide Santos convocou a imprensa dias atrás e afirmou também possuir provas que incriminam todos os Vereadores, que curiosamente fazem oposição à sua gestão desastrosa. O problema é que até agora as palavras da Prefeita ficaram só na ameaça. A gestora que também isala corrupção, ainda afirmou que seu partido, o PMDB, entrará com uma Ação Civil Pública contra os dez vereadores.

Denunciante morreu

O autor da denuncia, Adriano Sousa da Rocha, após depor na promotoria da Cidade – ocasião que relatou tudo que sabia sobre o esquema de propina envolvendo os parlamentares, teria passado a receber ameaças constantes e morreu meses depois por consequência de um infarto.

No entanto, mesmo com a morte do denunciante, a denúncia não perdeu seu valor, ele relatou à Promotora de Justiça Glauce Mara Lima Malheiros, no dia 23 de Maio de 2014, sexta feira, às 10 horas, em Açailândia/MA, detalhes de como procedeu o pagamento de propinas para aprovação de projeto de lei.

Adriano disse que empresa MecaMóvel Construções, recebeu o valor de R$ 50.000.00 (cinquenta mil reais), da Aciaria e depois distribuiu em cheques, no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) para cada vereador.

11040085_829640550449449_1956229705_nSegundo o delator, os vereadores favorecidos com o recebimento da propina foram: Diomar Freire; Sergiomar de Assis; Pastor Vagnaldo; Márcio Aníbal; Carlinhos do Fórum; Fátima Camelo; Fábio Pereira; Bento Camarão, Professor Pedro e Anselmo, esse último consta como o lobista no depoimento.

Silêncio dos Vereadores

O caso de grande repercussão na política de Açailândia, também chama atenção pelo silêncio dos acusados. Os Vereadores propineiros o máximo que fizeram até agora foi negar por meio de suas paginas nas redes sociais que tenham recebido qualquer valor em forma de propina.

Acompanhe abaixo a íntegra da denúncia formulada ao Ministério Público:

01

03 02

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo