28
out
2014

Preso por estupro é torturado, violentado e morto com uma vassoura no ânus

Kelvinson Leão de Sousa, de 25 anos,foi brutalmente assassinado.

Um detento identificado como Kelvinson Leão de Sousa, de 25 anos, foi brutalmente assassinado na madrugada deste domingo (26) na 8ª  Delegacia Regional de Zé Doca.

Segundo informações do delegado Jarder Alves, o acusado de estupro, que é natural da cidade de Governador Nunes Freire, foi transferido para delegacia de Zé Doca por apresentar mau comportamento, há cerca de duas semanas. Ele estava em uma cela com outros 11 internos.

Por volta das 20h30 de sábado, Kelvinson Leão começou a ser torturado, levou choques e apanhou. O crime se estendeu até às duas horas da manhã de domingo. Ele não resistiu e morreu antes de ser socorrido.

Os companheiros de cela prenderam os pés e as mãos do detento, que ainda foi amordaçado para não gritar. Ele foi preso por estupro, mas disse aos outros detentos que teria sido preso por assalto. Após descobrirem que Kelvison estava mentido, os 11 companheiros o agarraram e iniciaram a tortura seguida de violência sexual.

Até um cabo de vassoura foi introduzido no ânus da vítima. Todos os homens vão responder por homicídios qualificado, tortura e estupro. Com a morte de Kelvinson, sobre para 24 o número de presos mortos em unidades prisionais do Maranhão.

Os 11 presos que tiveram participação no crime vão responder por homicídio qualificado, com tortura por motivo fútil e estupro. O corpo da vítima foi encaminhado para a perícia no Instituto Médico Legal de São Luís.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo