05
fev
2020

Prefeitura de Vargem Grande disponibiliza R$ 3,5 milhões para o dono da ‘Mais FM’ realizar o Carnaval; confira a planilha de gastos

Mesmo possuindo serviço de limpeza e ambulâncias, a prefeitura licitou os dois itens dentro do contrato do carnaval por mais de meio milhão.

Léo Felipe, dono da rádio Mais FM, ganhou por quatro vezes seguidas o carnaval milionário de Vargem Grande…

O dono da rádio Mais FM, empresário do ramo de eventos Léo Felipe irá realizar o carnaval 2020 no município de Vargem Grande, por meio da sua empresa LF Produções, CNPJ (41.476.110/0001-01). É a quarta vez consecutiva que misteriosamente a firma dele vence o milionário processo licitatório para a mesma finalidade.

Desta vez, Léo Felipe conta com nada menos que R$ 3,5 milhões de dinheiro público para gastar na festa momesca, conforme planilha do extrato da ata de registro de preço resultante do pregão presencial nº 041/2019 que o Blog do Domingos Costa teve acesso, cópia abaixo.

Apenas para pagamento de cachê de bandas são R$ 1.921,500,00 (um milhão novecentos e vinte e um mil e quinhentos reais); Paredões e DJ custam outros R$ 23 mil; Decoração será R$ 80 mil; O custo com hotel será de mais de R$ 31 mil; Com palcos o gasto é R$ 292 mil; Iluminação o valor é R$ 205 mil; Sonorização R$ 121 mil e, ainda, tem geradores que custam R$ 129 mil.

E os gastos não param por aí…

Inventaram até um tal de “serviço de apoio operacional” ao valor de R$ 504 mil, que teria finalidade de pagamento de pessoas “treinadas” para dar suporte ao evento compreendendo serviço de limpeza. Entretanto, a prefeitura de Vargem Grande possui serviço de limpeza pública que pode muito bem ser direcionado ao local do evento.

A prefeitura de Vargem Grande botou também no contrato o valor de R$ 15 mil para alugar ambulâncias para o evento. E, ainda, R$ 151 mil de banheiros químicos; Para grades de proteção serão usados R$ 60 mil; mais R$ 90 mil de estrutura de fechamento. Entre outros gastos…

Até agora, o contrato sequer foi questionado pelo Ministério Público do Maranhão, tendo vista a precariedade dos serviços essenciais a exemplo de saúde, educação e infraestrutura na gestão do prefeito Carlinhos Barros.

– ABAIXO A ÍNTEGRA DA PLANILHA DE GASTOS:

1 Comentário

  1. blank junior disse:

    É uma imoralidade um municipio pobre gastar quase 2 milhões com pagamento de cachê para bandas, que vão embora no dia seguinte e levando a parte deles e deixando a população precisando de remédio, as crianças de material escolar, além de outras necessidades.

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo