30
ago
2016

Prefeito que mantinha sobrinhas morando fora do país na folha de pagamento retorna ao cargo

pauloveloso-1024x576

Paulo Veloso retornou nesta tarde ao comando da cidade…

A desembargadora Maria das Graças de Castro Duarte Mendes devolveu nesta terça-feira(30) o cargo de prefeito da cidade de Pio XII ao senhor Paulo Roberto de Sousa Veloso.

O chefe do executivo estava afastado do cargo desde o último dia 16 (LEMBRE), sob acusação de desviar mais de R$ 2,5 milhões da Prefeitura por meio de funcionários fantasmas que recebiam proventos mensais da administração municipal sem exercer expediente diário, como sustenta o Ministério Público.

Na decisão a Desª. diz que não houve obstrução à justiça que justificasse o afastamento do gestor do cargo e de seus secretários municipais.

“Diante do exposto, defiro o pedido para a suspender os efeitos da decisão liminar de afastamento proferida nos autos da Ação Civil Pública por Ato de Improbidade Administrativa nº 122771.2016.8.10.0111 (processo nº 1233/2016), pelo Juízo da Vara Única da Comarca de Pio XII”, decidiu o magistrada, ao suspender os efeitos da liminar de afastamento proferida nos autos da Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa.

Sobrinhas do prefeito

Entre as tantas pessoas que comprovadamente recebiam sem trabalhar na folha de pagamento da prefeitura de Pio XII, pelo menos duas das três sobrinhas do prefeito Veloso figuravam como servidores públicas municipais “fantasma”, pois, sequer residiam na cidade, pior, estudam e, portanto, moram fora do país.

Ana Larissa Veloso Rodrigues, residente na Cidade de Assunção, capital do Paraguai, na qual cursa Medicina, entretanto, ocupava de forma irregular o cargo de Assessora da Secretaria Municipal de Educação.

A segunda sobrinha do prefeito agraciada com recursos público tipo “marajá” foi Camila Atalia Chagas de Oliveira, residente na cidade de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, país no qual também cursa Medicina. Ela também ocupava o cargo de Assessora da Secretaria Municipal de Educação.

Além de Larissa e Camila, uma terceira sobrinha também ocupou o cargo de funcionário fantasma de Assessora da Secretaria Municipal de Educação, mesmo sem nunca ter pisado no órgão. Ana Carulina Veloso Rodrigues, residente na Cidade de São Luís.

LEIA TAMBÉM:

– Sobrinhas do prefeito de Pio XII que moram no Paraguai e Bolívia recebiam como fantasmas

– Operação Descarrego: Justiça afasta prefeito, secretários e procurador de Pio XII

– Operação Descarrego: Promotor diz que 40 pessoas recebem sem trabalhar na prefeitura

– TJ-MA mantém prefeitosde Pio XI longe dos cofres públicos

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade