27
out
2013

Prefeito Edivaldo Holanda Júnior implanta Banco da Cidade

A Prefeitura de São Luís vai contribuir definitivamente para fomentar o empreendedorismo e a geração de renda da capital através do Banco da Cidade, iniciativa inédita lançada na manhã da última sexta-feira (25), no auditório Reis Perdigão do Palácio La Ravardière, como parte integrante do Programa Avança São Luís. Na cerimônia, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior, acompanhado do vice Roberto Rocha, assinou acordo de cooperação técnica entre a Prefeitura de São Luís e o Banco do Nordeste, que prevê investimento da ordem de R$ 150 milhões para micro e pequenos empreendedores na capital.

Prefeito Edivaldo Holanda Júnior assinou acordo de cooperação técnica entre a Prefeitura de São Luís e o Banco do Nordeste

o se pronunciar, o prefeito Edivaldo enfatizou a importância do Banco da Cidade para estimular a independência financeira dos pequenos empreendedores com a geração de renda. “Conseguimos realizar essa grande parceria em apenas dez meses de gestão, mais um compromisso pensado durante nossa campanha que estamos honrando. Isso demonstra nosso comprometimento em governar para quem mais precisa, oferecendo oportunidade de crescer e acelerar o desenvolvimento da nossa amada cidade”, afirmou.

Entusiasta do projeto, o vice-prefeito Roberto Rocha afirmou que além de oferecer crédito aos pequenos empreendedores, o Banco da Cidade se diferencia por levar o serviço até o potencial cliente, nos bairros. “É uma política diferenciada. Queremos ver todos os pequenos negócios sendo alavancados e, mais do que isso, mostrar ao microempreendedor que ele também pode ser seu próprio patrão, ter independência financeira e qualidade de vida. É a meta que queremos e iremos alcançar”, assegurou.

Após a apresentação de vídeo documentário detalhando o funcionamento do Banco da Cidade, o secretário de Agricultura, Pesca e Abastecimento, Marcelo Coelho, destacou a importância do projeto para incentivar o empreendedorismo também entre agricultores, artesãos e trabalhadores rurais.

“A gestão Edivaldo Holanda Júnior está trabalhando para alavancar a economia tanto da zona rural quanto da urbana. Essa parceria com o Banco do Nordeste vai permitir que o crescimento do pequeno negócio seja expandido para trabalhadores de diversas regiões do município, garantindo a eficácia do que está sendo proposto”, disse Marcelo Coelho.

A parceria com o Banco do Nordeste será uma importante iniciativa também para inserir jovens no mercado de trabalho. O Banco da Cidade contará com 50 colaboradores que serão treinados para atuar como promotores do serviço nos bairros para identificar as demandas para o microcrédito. Parte dos colaboradores são jovens inseridos em programas sociais da Secretaria de Criança e Assistência Social (Semcas).

O Banco da Cidade ampliará o acesso de pequenos empreendedores às linhas de crédito, que poderão ser de R$ 100 a R$ 15 mil por pessoa. O superintendente estadual do Banco do Nordeste, Helton Chagas Mendes, explica que poderão se cadastrar para as linhas de créditos microempreendedores formais ou informais. Até quem possui pequenos negócios estruturados podem ter acesso aos recursos para capital de giro e investimento. Com uma taxa de juros anual em torno de 0,5%m, os primeiros empréstimos devem acontecer em grupos de ao menos três pessoas.

“Essa parceria vai garantir a qualquer pessoa que queira melhorar o seu negócio a chance de crescer. As taxas de juros de cada empréstimo serão muito baixas, o que vai garantir o fortalecimento da economia em vários setores. É uma parceria inédita que estamos firmando, que vai criar oportunidades de emprego e renda, crescimento e qualidade de vida”, destacou o superintendente.

O vereador autor do projeto, Roberto Rocha Júnior (PSB), destacou ainda que o acesso às linhas de crédito deverá diminuir a pobreza na capital. “Foram vários meses de trabalho buscando a melhor forma possível pra ser executado esse projeto. Acredito que ele vai trazer muitos bons frutos para a população de São Luís. Com isso, poderemos reduzir consideravelmente a faixa de pobreza na cidade que hoje conta com mais de 100 mil pessoas”, enfatizou.

Para Juliana Gomes, de 16 anos, que será uma das colaboradoras, a iniciativa também ampliará as oportunidades de crescimento profissional dos jovens envolvidos. “Significa mais uma oportunidade para que jovens como eu possam trabalhar e entender melhor o que é ser empreendedor, para que nós também sejamos no futuro”, assinalou.

Também estiveram presentes na solenidade os secretários Márcio Jerry (Comunicação), Rodrigo Maia (Meio Ambiente), Antônio Araújo (Urbanismo e Habitação), Andréia Lauande (Criança e Assistência Social) Mittyz Rodrigues (Administração), José Cursino Moreira (Planejamento) e o presidente do Instituto Municipal de Paisagem Urbana (Marconi Loiola), além dos vereadores Pedro Lucas Fernandes (PTB), Barbosa Lages (PDT) e Josué Pinheiro (PSDC).

BANCO DA CIDADE

Em São Luís, o BNB poderá ampliar ainda mais o capital das duas linhas de crédito de fomento existentes: Crediamigo e Agroamigo. Os dois programas funcionam desde 1998 com taxa de inadimplência abaixo de 1%. Segundo o superintendente Helton Mendes, em 2014 as duas linhas de créditos devem movimentar mais de R$ 150 milhões em São Luís, sendo a maior fatia destinada para o Crediamigo.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade