31
maio
2019

Preso vaqueiro acusado de ser o autor do assassinato do vereador de Maranhãozinho

Vaqueiro matou “jango” a mando de um advogado de São Luís…

A Polícia Civil do Maranhão com apoio da Delegacia Regional de Zé Doca prendeu na manhã desta sexta-feira (31) o vaqueiro Egídio  Silva Pires, conhecido como “Nó Cego” no município de Santa Luzia do Paruá.

Ele é acusado de ser o executor do vereador de Maranhãozinho, João Pereira Serra (PSD), também conhecido como “Jango”.

O crime ocorreu por volta das 6h da manhã do último dia 23 de abril, portanto, a prisão de “Nó Cego” acontece 38 dias após o assassinato.

“Nó Cego” matou o parlamentar a mando de um advogado que mora em São Luís, filho de um Promotor de Justiça aposentado com sobrenome político muito conhecido na cidade de São João Batista-MA.

Esse advogado, que também deve ser preso, possui uma fazenda ao lado de outra propriedade pertencente ao pai do vereador assassinado.

“Nó Cego” é funcionário e uma espécie de capanga do advogado apontado como mandante do crime. O executor é, também, caseiro da fazenda do autor intelectual do assassinato, aonde foi aprendido nesta manhã arma e munição.

O Blog do Domingos Costa contou toda essa trama em uma reportagem especial publicada no último dia 11 de maio, conforme link abaixo.

  • LEIA TAMBÉM:

– Advogado de São Luís é apontado como mandante do assassinato do vereador de Maranhãozinho

– Vereador aliado de Josimar de Maranhãozinho é assassinado a tiros de escopeta

– Completa um mês da execução do vereador Jango, de Maranhãozinho

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo