24
dez
2019

Pedro Lucas diz que novos nomes podem surgir em São Luis

Pedro Lucas destacou o projeto de lei da sua autoria que trata da isonomia nas premiações das competições esportivas que tem recurso público.

O deputado Pedro Lucas Fernandes (PTB) foi o entrevistado desta terça-feira (24), por Roberto Fernandes, no Bom Dia Mirante, na TV Mirante.

Pedro Lucas falou sobre a eleição para prefeito de São Luís e disse que o PTB mantém o apoio ao presidente da Câmara de Vereadores, Osmar Filho. Mas, caso Osmar desista da candidatura, o PTB vai rediscutir o seu posicionamento.

“O PTB é um partido que já neste momento vai lançar 52 pré-candidatos no Maranhão e São Luís a gente tem que ver de uma forma diferente. Nós fomos o segundo mais votado dentro da Ilha com quase 33 mil votos. A gente tem um vereador dentro da Câmara que é o Joãozinho Freitas fazendo um bom trabalho. E a gente vai discutir. Tinha essa indicação do presidente Osmar e a gente já estava lutando para compor a chapa do Osmar. Se ele voltar atrás e se o PDT se reorganizar como estão falando, o PTB vai também ter uma reunião para que a gente possa decidir o nosso futuro. Tínhamos essa sinalização, mas não havendo a candidatura do vereador Osmar que eu ainda acredito, a gente vai ter que sentar e vai ter que redesenhar o quadro da sucessão em São Luís. Agora que está esquentando. Fevereiro já já está ai e muita coisa vai acontecer”, disse.

Perguntado sobre os nomes que estão colocados na disputa, o líder do PTB foi rápido. “Podem surgir outros nomes. Tem muita coisa a acontecer. Vai ter novidade ai no cenário”, acrescentou.

Pedro Lucas destacou o projeto de lei da sua autoria que trata da isonomia nas premiações das competições esportivas que tem recurso público. O projeto passou na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) e tramita no Senado.

Pedro Lucas também falou sobre a aprovação do Acordo de Salvaguardas Teconólogicas (AST) entre o Brasil e os Estados Unidos e da importância do projeto do Terminal Portuário de Alcântara (TPA) que deverá movimentar 140 milhões de toneladas por ano e que tem estimativa de incremento do Produto Interno Bruto (PIB) do Maranhão na ordem de 20%.

O deputado se posicionou contra à medida do Conselho Monetário Nacional que autorizou a cobrança pelos bancos a até 0,25% do limite do cheque especial, mesmo que o cliente não tenha utilizado o serviço. E lembrou que o Banco do Brasil, por exemplo já recuou.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo