Partido de Leonel Brizola e Jackson Lago com dificuldades para 2020 em São Luís…

A sucessão do prefeito por dois mandatos seguidos de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT) se aproxima, e com ela, a indefinição de quem será o nome escolhido pelo partido governista para representar a sigla que mais vezes venceu a corrida eleitoral ao Palácio de La Ravardière.

É fato que a legenda presidida por Weverton Rocha no Maranhão não possui nomes fortes e consolidados para a disputa vindoura.

Os vereadores de maior destaque no parlamento municipal, Osmar Filho, Raimundo Penha e Ivaldo Rodrigues estão longe de representar um potencial eleitoral competitivo para uma eleição majoritária. Os deputados estaduais eleitos em 2018 pelo partido Glaubert Cutrim e Yglésio Moises, da mesma forma.

Fora estes cinco nomes citados, não existe outra possível figura para representar o partido de Lupi e Ciro numa eleição que inicia com um candidato da oposição como franco favorito.

Resta, portanto, nesse cenário atual, duas opções: Primeira, filiar um nome de potencial. E a segunda é optar pelo nome da maior figura do partido: Weverton Rocha!

Mas essa é outra história…

2 Responses so far.

  1. fernanda disse:

    Logo deve surgir um nome, não vai demorar muito ja que muitos ja começaram a se movimentar

  2. antonio carlos disse:

    caro amigo , o PDT não tem nome de peso para garantir um processo municipal em quanto eleição, é um partido enfraquecido em torno de nomes fortes,os piabinha existente somente serve para ser secretário, nem para vereador consegue ganhar, são fraquinhos demais, os militantes desse partido são gerenciados para cargos públicos. foram busca Edivaldo Holanda para manipular cargos e viver as custas dos votos do povão….Digo isso com todos respaldo, o PDT tá com os dias contados na prefeitura de são luís.. aguarde…..vida que segue….vão se juntar no cemitério dos sonho com o PT.