23
dez
2015

Paulo Marinho é preso novamente por não pagar pensão alimentícia

Justiça não tem brincado com casos de pais que não pagam a pensão alimentícia dos filhos

Justiça não tem brincado com casos de pais que não pagam a pensão alimentícia dos filhos.

A Policia Civil, por meio da Delegacia Regional de Caxias, efetuou a prisão do ex-deputado Paulo Celso Fonseca Marinho, em cumprimento à carta precatória de prisão cível expedida pela Quarta Vara de Família de Brasília, por inadimplemento de pensão alimentícia, cujo requerente é Caio Correa Marinho.

O mandado foi expedido em 2014, com valor do débito em R$ 72.451,06. Atualmente, R$ 72.541. Após confirmação de validade junto à Comarca de Caxias, equipes da PC, sob comando do delegado Jair Paiva, empreenderam diligências culminando na prisão do mesmo, nas imediações da casa dele. A princípio o motorista tentou fugir, mas foi contido por outra viatura. Ele alegou pensar que era assalto.

Foram usadas viaturas descaracterizadas e caracterizadas. Essa é a segunda vez, neste ano, que a Polícia Civil prende Paulo Marinho por não pagamento de pensão. Na primeira, ele foi preso até a agência da CEF, onde efetuou o pagamento do débito e foi solto.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo