03
jun
2015

Parada de ônibus no retorno do Olho d’Água coloca vida de passageiros em risco

11330508_867419523338218_1496451094_n

Parada de ônibus está prestes desabar por cima de passageiros que ainda arriscam ficar no local.

Semana passada o blog chamou atenção da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) para a falta de abrigo no ponto de ônibus na Avenida Conselheiro Hilton Rodrigues, próximo a UPA do Aracagy, no bairro da Vila Luizão, lembre AQUI.

Nesta quarta-feira 03/06, mais um caso, dessa vez logo no inicio da Avenida Rei de França no bairro do Olho d’Água, exatamente na frente do supermercado Bom Preço.

O abrigo está quase desabando por cima de quem ainda arrisca esperar ônibus no local. E caso alguém supostamente seja atingido, se não morrer pelo impacto, certamente não escapa do tétano, em decorrência da ferrugem que toma conta da parada.

Problemas

Esse caso não é isolado. A falta de manutenção, nos abrigos das paradas de ônibus da Capital estão colocando em risco a vida de muitos passageiros que dependem do transporte coletivo. Falta de assento e segurança, fiação exposta, estrutura metálica enferrujada são alguns dos problemas apontados pelos usuários que se arriscam a esperar por coletivos. Os bancos são insuficientes para tantas pessoas e quando tem estão sujos, pichados e/ou quebradas e muitas dessas paradas correm o risco de desabar. Em alguns pontos não tem abrigo e apenas um placa indica o local de parada

Os milhares de usuários do transporte da capital convivem o drama da espera sem fim quando o assunto é investimento no transporte de passageiros. Os principais problemas, atinge diretamente a população que precisa desse serviço. Além da frota pequena para atender uma grande demanda, falta também paradas padronizadas, o que em muitos casos põe em risco a vida de usuários do transporte público.

Seja no início ou no fim do dia, as paradas de ônibus de São Luís estão sempre lotadas. Sair ou voltar para casa é uma luta diária, sem contar com o desconforto, que é grande. Em época de sol forte, o calor castiga. Quando chove, ao problema é ainda maior. No horário de pico a situação fica caótica. Tudo, por conta do caos que tomou conta do transporte público de São Luís.

Reclamação

Estruturas pequenas impossibilitam a permanência de todos os usuários do transporte embaixo das proteções dos abrigos. Também fazem parte do pacote de reclamações dos ludovicenses, a falta de estrutura das paradas de ônibus, que são poucas. E quando elas existem, não oferecem as condições necessárias para as pessoas com necessidades especiais que reclamam da falta de acessibilidade das paradas.

Além disso, quem depende do transporte coletivo da capital maranhense, precisa ter paciência e disposição para esperar pelos ônibus. Isso porque o tempo médio para os veículos concluírem a rota, ultrapassa em alguns casos quase uma hora em média, e dependendo do bairro, pode chegar ao dobro de espera.

Mais essa é outra história…

2 Comentários

  1. João disse:

    As vezes acho que a população tá merecendo isso mesmo… reformaram aquelas paradas da praia grande e já estão todas acabadas… a população não cuida do que é seu…sujam, depedram…um horror

  2. blank andersonpereira disse:

    Esse secretário da SMTT só pensa no bem estar dos empresários do setor do transporte coletivo ele gosta caninde barros de poder ele pensa que é o único que sabe sobre mobilidade urbana

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo