A construção das creches é um compromisso da gestão do prefeito Edivaldo, e além das unidades da Chácara Brasil e Cidade Operária, uma terceira da Morada do Sol também estão com as obras em finalização

Em uma semana, o prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT) já vistoriou a finalização das obras de duas creches em São Luís. Nesta quarta-feira (14) ele visitou as instalações da unidade da Chácara Brasil, e na semana anterior a da Cidade Operária. Um terceiro espaço, no Morada do Sol, no Maracanã, também está com obras em conclusão.

“As creches fortalecem a nossa rede educacional e garantem um espaço adequado para que as mães tenham a tranquilidade de deixarem seus filhos e possam sair para trabalhar. A estrutura, que é um grande diferencial dessas unidades, foi pensada para que as crianças aprendam, se divirtam e tenham desde os primeiros anos de idade uma boa experiência escolar”, afirmou o prefeito durante a vistoria na creche da Chácara Brasil.

A construção das creches é um compromisso da gestão do prefeito Edivaldo

O espaço atenderá cerca de 200 crianças de até 5 anos, com funcionamento em tempo integral. O local de 2.400 m² tem 10 salas de aula, espaço de lazer com playground, banheiros adaptados, berçário e salas administrativas. As matrículas serão on-line e deverão ocorrer nos próximos meses, com ampla divulgação para a população da área.

A construção das creches é um compromisso da gestão do prefeito Edivaldo, e além das unidades da Chácara Brasil e Cidade Operária, uma terceira da Morada do Sol também estão com as obras em finalização. Na mesma região, no Maracanã, mais uma creche está com obras em andamento. Ao todo, as creches vão atender cerca de 800 crianças, e mais unidades para atender esse público estão em fase de licitação, sendo que duas já estão com recursos assegurados.

======================================================   4 COMENTÁRIOS






O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PC do B), recebeu a visita de cortesia da deputada federal e senadora eleita Eliziane Gama (PPS). No encontro, a parlamentar reafirmou o compromisso de trabalhar no Senado Federal em conjunto com os poderes Legislativo e Executivo em prol do povo maranhense.

Othelino Neto agradeceu a visita e ressaltou a importância do diálogo permanente entre as instituições para o desenvolvimento do Estado. “Fico muito feliz em receber a senadora eleita Elizane Gama. Com esse pacto entre os poderes, o Maranhão finalmente vai saber o que é ter uma senadora e um senador trabalhando, junto com o Governo e a Assembleia, para melhorar a vida dos maranhenses”, acentuou.

Durante a conversa, Eliziane Gama garantiu que, com grande parte dos senadores e deputados federais atuando a favor do Governo do Estado, o Maranhão tende a crescer mais. Segundo ela, os próximos anos serão ainda melhores.

“Vamos fazer com que os recursos federais cheguem ao nosso Estado. Teremos um Senado antenado e, consequentemente, o governador Flávio fará muito mais pelo nosso povo, porque dentre os elementos que tem, contará com a maioria da bancada federal a seu favor. Finalmente, temos, de fato, um Congresso Nacional que representa povo do Maranhão. Estou otimista e não tenho dúvida que nestes quatro anos traremos ainda mais conquistas para os maranhenses ”, disse ao finalizar.

======================================================   COMENTÁRIO






Com o objetivo de promover e proteger os direitos de comunidades indígenas no âmbito estadual, o governador Flávio Dino assinou nesta quinta-feira (14) decreto que institui o Plano Decenal Estadual de Políticas Públicas voltadas para os Povos Indígenas no Maranhão (PPPI). O documento será incluído ainda esta semana no Diário Oficial do Estado, e entra em vigor na data de publicação.

O texto garante a participação efetiva dos beneficiados na implementação do plano e assegura a gestão territorial e ambiental das terras e reservas indígenas por meio do uso sustentável dos recursos naturais disponíveis, impossibilitando a degradação das áreas.

O governador Flávio Dino explica que a medida foi tomada como uma forma de proteger as presentes e futuras gerações das comunidades. “Embora a maior responsabilidade legal seja do Governo Federal, temos procurado auxiliar para que os povos indígenas tenham acesso a direitos”, disse.

O decreto também visa reconhecer e fortalecer o Movimento Indígena no Maranhão, respeitando a diversidade dos povos, as organizações sociais e políticas, as culturas, costumes, crenças e saberes.

Francisco Gonçalves, secretário de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (SEDIHPOP), esclarece que o plano foi formulado após o Governo do Estado ouvir lideranças indígenas de todos os territórios do Maranhão, permitindo a articulação da sociedade civil no planejamento de políticas públicas.

“Essa decisão mostra o compromisso do Governo do Maranhão com a proteção e com a promoção dos direitos fundamentais das populações tradicionais do nosso estado, dos povos indígenas do Maranhão”, defendeu Francisco Gonçalves.

A execução do plano será gerida pela Comissão Estadual de Articulação de Políticas Públicas para os Povos Indígenas no Estado do Maranhão (COEPI), que existe desde 2016 e é constituída por representantes de órgãos governamentais e entidades e lideranças indígenas.

Eixos de trabalho

O PPPI foi dividido em oito eixos transversais, de forma a garantir a ampla atuação das políticas públicas, que irão versar sobre: Educação; Saúde; Gestão Territorial e Ambiental; Segurança e Soberania Alimentar e Nutricional; Infraestrutura; Cultura, Turismo, Esporte e Lazer; Segurança Pública, Acesso à Justiça e Direitos Humanos; e Economia Solidária, Geração de Trabalho e Renda e Assistência Social.

A implantação do plano tem duração de dez anos e os gestores têm 180 dias, a contar da data de publicação do decreto, para apresentar orçamento, metodologia e cronograma de execução das ações. Ficou definido também que, a cada dois anos, as políticas serão avaliadas, permitindo a otimização e readequação das metas.

 

======================================================   COMENTÁRIO






Atualmente, nada menos que 2,4 milhões de pessoas são beneficiadas com o trabalho executado pelo Programa Mais Médico.

Uma verdadeira tragédia para a população que mais precisa de atendimento médico. O governo de Cuba anunciou nesta quarta-feira (14) o fim de sua participação do programa Mais Médicos no Brasil.

Em nota divulgada pelo Ministério da Saúde do país caribenho, a decisão é atribuída a questionamentos feitos pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), à qualificação dos médicos cubanos e ao seu projeto de modificar o acordo, exigindo revalidação de diplomas no Brasil e contratação individual.

O maior impacto será na atenção básica nas periferias e cidades menores. Em geral, os médicos cubanos ficam em municípios menores e mais distantes das capitais, onde há menos interesse de brasileiros em ocupar as vagas –pelas regras do programa, médicos brasileiros têm prioridade na seleção, seguido de brasileiros formados no exterior, médicos intercambistas (outros estrangeiros) e, por último, médicos cubanos. O contrato vale por três anos.

Questionada, a Opas disse ter comunicado o Ministério da Saúde na manhã desta quarta-feira, após saber da decisão de Cuba. Ainda não há informações de como deve ocorrer a saída dos profissionais, mas a previsão é que os médicos deixem o país até no máximo 31 de dezembro —antes, assim, da posse de Bolsonaro.

Segundo reportagem do próprio governo federal de junho deste ano, no Maranhão, 2,4 milhões de pessoas são beneficiadas com o trabalho de 710 profissionais. Toda a evolução do atendimento conquistado irá por água abaixo com o fim do programa.

======================================================   3 COMENTÁRIOS






O levantamento foi realizado pelo site especializado em turismo, “Viajala” e publicado pelo O Globo

Na edição do site O Globo desta terça-feira (13), São Luís está em destaque por ter o maior número de roteiros turísticos buscado por brasileiros com intenção de viagens em 2019. A capital maranhense apresentou um aumento de 106% nas buscas de passagens a partir dos aeroportos de todo o Brasil, a maior entre os destinos nacionais.

O secretário adjunto de Turismo da Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur), Hugo Veiga, comemorou o dado anunciado pelo O Globo. “É com muita felicidade que a gente recebe uma notícia dessa do Globo, com repercussão internacional. A gente observa o resultado de um trabalho intenso que vem sendo feito desde 2016, quando conseguimos fazer o lançamento da campanha Maranhão Terra de Encantos. Dessa forma, houve um reposicionamento do Maranhão no cenário nacional, com a participação do estado em feiras, apresentando para o mundo o Maranhão. Esse trabalho consistente tem trazido  bons resultado para o estado, e continuaremos com esse projeto”, pontua.

O levantamento foi realizado pelo site especializado em turismo, “Viajala” e publicado pelo O Globo.  A ideia da pesquisa era identificar os destinos tendência para o ano que vem, como os locais que ou registraram grande busca pelos brasileiros ou tiveram queda expressiva nos preços das passagens aéreas. O estudo avaliou mais de 47 milhões de buscas feitas em setembro, além do comportamento do viajante brasileiro.

A cidade dos Azulejos, como também é conhecida a capital maranhense, pontuou expressivamente nas buscas realizadas pela região Sudeste, especificamente com origem no Rio de Janeiro, onde o crescimento foi de 231%, e, com as originadas em São Paulo, 268%. O preço médio subiu 8,6% saindo do Rio, e 7,6% saindo de São Paulo.

De acordo com o Globo “o estado [Maranhão] tem explorado seu potencial turístico nos últimos anos. Nove cidades registraram crescimento: em Barreirinhas, a porta de entrada para os Lençóis, e a região da Chapada das Mesas, tiveram cerca de 90% de ocupação hoteleira na alta temporada”, enfatiza o site.

Para acompanhar a reportagem, acesse o link  https://goo.gl/C8KcSA

======================================================   3 COMENTÁRIOS






Partido de Leonel Brizola e Jackson Lago com dificuldades para 2020 em São Luís…

A sucessão do prefeito por dois mandatos seguidos de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT) se aproxima, e com ela, a indefinição de quem será o nome escolhido pelo partido governista para representar a sigla que mais vezes venceu a corrida eleitoral ao Palácio de La Ravardière.

É fato que a legenda presidida por Weverton Rocha no Maranhão não possui nomes fortes e consolidados para a disputa vindoura.

Os vereadores de maior destaque no parlamento municipal, Osmar Filho, Raimundo Penha e Ivaldo Rodrigues estão longe de representar um potencial eleitoral competitivo para uma eleição majoritária. Os deputados estaduais eleitos em 2018 pelo partido Glaubert Cutrim e Yglésio Moises, da mesma forma.

Fora estes cinco nomes citados, não existe outra possível figura para representar o partido de Lupi e Ciro numa eleição que inicia com um candidato da oposição como franco favorito.

Resta, portanto, nesse cenário atual, duas opções: Primeira, filiar um nome de potencial. E a segunda é optar pelo nome da maior figura do partido: Weverton Rocha!

Mas essa é outra história…

======================================================   2 COMENTÁRIOS






O Secretaria Nacional de Juventude, Assis Filho, após o término do período eleitoral, retomou as ações do Brasil Mais Jovem 2018 e até o fim deste ano vai entregar cerca de 30 Estações Juventude pelo país, 04 serão no Maranhão nos municípios de Imperatriz, Lago Verde, Timon e Governador Nunes Freire. Já foram inauguradas as unidades de Palmas (TO), Campo Grande (MS), Rorainópolis (RR), Estância (SE), Uberaba (MG) e Araguari (MG). Estão prontas para serem entregues aos jovens brasileiros de 15 a 29 anos os equipamentos públicos de livre acesso em Água Branca (PI), Porto Nacional (TO), Seberi (RS), Liberato Salzano (RS), Mossoró (RN), Lagoa Nova (RN) e Parauapebas (PA).

Até 31 de dezembro de 2018, a SNJ deixará as outras 15 ordens de serviço assinadas: Governo do Estado do Ceará, Pinheirinho do Vale (RS), Florianópolis (SC), Pombos (PE), Cordeiros (BA), Vitória da Conquista (BA), Goiânia (GO), Aparecida de Goiânia (GO), Caracaraí (RR), Pombal (PB), São Luiz (RR) e Alto Alegre (RR). E fará uma visita técnica à unidade inaugurada em Campo Grande.

Para Assis Filho, os Estações Juventude representam concretamente a efetivação de uma política pública para juventude: “estamos transformando sonhos e lutas em realidade por que através de investimentos públicos estamos ajudando a mudar a vida dos jovens pra melhor”.

O Programa Estação Juventude 2.0 foi reformulado em 2017 e tornou mais flexível a execução do convênio com estados e municípios, possibilitando que cada unidade atenda às necessidades específicas dos jovens de cada região. Foram investidos mais de R$ 7 milhões no programa e cada convênio pode chegar à casa de R$ 300.000. O programa lançado em 2012 foi readequado, para que espaços públicos já existentes nos estados e municípios pudessem ser reaproveitados e utilizados.

Estação Juventude é um espaço público aberto onde os jovens pode ter acesso a informações detalhadas e atualizadas sobre programas, ações, serviços e políticas públicas para juventude. Eles também recebem orientações sobre emancipação, autonomia e empoderamento. O objetivo do programa é transformar a vida deles desenvolvendo um caminho para o futuro, por meio de cursos que ofertam capacitação profissional, informações sobre saúde e sexualidade, momentos de cultura e lazer e participação política e comunitária.

======================================================   COMENTÁRIO






A Polícia Civil do Estado do Maranhão divulgou nesta terça-feira (13) o retrato falado dos dois supostos assassinos do prefeito do município de Davinópolis, Ivanildo Paiva (PRB), no último domingo (10). O gestor foi executado a tiros em sua propriedade na zona rural. No primeiro retrato (a esquerda) um homem de pele morena, porte físico forte, marcas de espinhas no rosto, altura aproximada de 1,70 e idade próximo de 38 anos. O segundo suspeito (a direita), um suspeito de pele clara, porte físico magro, manchas de espinhas no rosto, altura aproximada de 1,65 e idade entre 35 anos.

======================================================   1 COMENTÁRIO






Multicenter Sebrae, em São Luís, será o palco para a diplomação dos eleitos nestas eleição no dia 18 de dezembro.

A diplomação dos eleitos em 2018 acontecerá no Multicenter Sebrae, em São Luís, no dia 18 de dezembro. No evento organizado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) serão diplomados os deputados estaduais, federais, senadores, governador e o vice eleitos no último 07 de outubro.

Os primeiros e segundos suplentes de senadores, deputados estaduais e federais também receberão o diploma da Justiça Eleitoral.

– Senado 

Suplentes da senadora eleita Eliziane Gama (PPS), Pedro Fernandes (1º) e Dr. Bene Camacho (2º), receberão o diploma. Assim como, Roberth Bringel (1º) e Suely Pereira (2º) por terem sido eleitos suplentes de Weverton Rocha (PDT).

– Deputado estadual

Nove coligações que disputaram cadeira para a Assembleia Legislativa conseguiram eleger deputados estaduais, serão diplomados 18 suplentes, confira:

Edivaldo Holanda (PTC) – 1º suplente; Ariston (Avente) – 2º suplente

Fábio Braga (SD) – 1º suplente; Toca Serra (Patri) – 2º suplente

Marcos Caldas (PTB) – 1º suplente; Dra. Sônia (PTB) – 2º suplente

Betel Gomes (PRTB) – 1º suplente; Marcial Lima (PRTB) – 2º suplente

Guilherme Paz (PSDB) – 1º suplente; Antunes Macedo (PSDB) – 2º suplente

Socorro Waquim (MDB) – 1º suplente; Léo Cunha (PSC) – 2º suplente

Luiz Henrique (PR) – 1º suplente; Honorato (PT) – 2º suplente

Fábio Câmara (PSL) – 1º suplente; Mariana Carvalho (PSL) – 2º suplente

Pastor Ribinha (PMN) – 1º suplente; Rose Sales (PMN) – 2º suplente

– Deputado federal 

E seis coligações que conseguiram “fazer” deputados federais, pelo menos 12 suplentes receberão diplomas, veja:

Simplício Araújo (SD) – 1º suplente; Gastão Vieira (PROS) – 2º suplente

Wolmer Araújo (PV) – 1º suplente; Victor Mendes (MDB) – 2º suplente

Paulo Marinho Jr. (PP) 1º suplente; Deoclides Macedo (PDT) – 2º suplente

Sebastião Madeira (PSDB) 1º suplente; Luana Costa (PSC) – 2º suplente

Josivaldo JP (PHS) 1º suplente; Sá Marques (PHS) – 2º suplente

Dr. Zé Francisco (PT) 1º suplente; Monteiro (PT) – 2º suplente

======================================================   COMENTÁRIO






Após sair das urnas com exitosos 74 mil votos, sendo o 16º deputado federal mais votado do Maranhão,  Simplício Araújo, que só não se elegeu por questões de coligação, reassumiu o comando da Secretaria de Estado da Indústria, Comércio e Energia (SEINC).

Presidente estadual do Solidariedade, Simplício – que será diplomado no próximo mês como primeiro suplente – publicou uma foto em sua conta no Facebook na qual aparece recebendo as boas vindas dos funcionários da pasta.

“Uma rápida palavra aos nossos amigos funcionários da Seinc após nosso retorno ao trabalho frente a secretaria no último dia 7, agradeço a confiança de todos, em especial ao governador Flávio Dino.” Disse Araújo que deve permanecer no governo nesse segundo mandato.

======================================================   COMENTÁRIO