Um pessoa falando de dentro da Penitenciária de Pedinhas, sem identificar o nome, dizendo ser o líder da facção Bonde dos 40, falando em gírias, explicou ao radialista Silvan Alves, da rádio Difusora, as motivações da rebelião com 13 mortes no complexo presidiário de Pedrinhas.

Ouça:

======================================================   1 COMENTÁRIO






IMG_8778

Vereador entrevistado não tocou no assunto que envolve seu nome no Seguro Defeso

Chega ser engraçada a entrevista que o site a Voz da Raposa realizou com o vereador do Município de Raposa, Oliveira da Ducel(PP). –VEJA ÍNTEGRA AQUI

Oliveira é o mesmo que recebeu indevidamente R$ 1.356,00 entre janeiro e fevereiro deste ano, dinheiro referente aos recursos do Seguro Defeso do Governo Federal.

Mesmo sem exercer a profissão de pescador, nem se enquadrar nos critérios estabelecidos pelo Ministério da Pesca, o parlamentar desfrutou dos recursos. É o que diz o Portal da Trânsparência do Governo Federal.

Na entrevista, Oliveira, muito desinformado, confundiu tudo, trocou até o cargo que o secretário de Infraestrutura candidato da família Sarney exerce no estado. “Meu candidato ao governo é o Chefe da Casa Civil do Estado do Maranhão, Luís Fernando” Disse o atrapalhado Oliveira da Ducel.

A iniciativa de entrevistar os parlamentares raposenses, até que é boa, mas, seria bom que o site a “Voz da Raposa”, mudasse um pouco as perguntas, e indagasse o vereador sobre assuntos um pouco mais intrigantes.

Tipo essas:

1- Vereador o senhor recebeu o Seguro Defeso ou toda essa história é mentira?

2- Entre o Prefeito Clodomir e o grupo do ex-prefeito Paraíba, caso haja um rompimento, o senhor fica do lado de quem?

3- Oliveira, quantos projetos de Leis em prol do Povo de Raposa o senhor apresentou nesse ano de 2013?

Pronto, basta responder essas três indagações que vale mais que as baboseiras perguntadas e respondidas na entrevistas…

Fica a dica!

======================================================   COMENTÁRIO






flavio-dino1

Mesmo com apoio do Prefeito Sebastião Madeira, Luis Fernando não cresce nas pesquisas em Imperatriz

O Instituto Conceito realizou entre os dias 17 e 23 de setembro deste ano pesquisa no município de Imperatriz para saber da população da cidade como está a aprovação da administração do prefeito Sebastião Madeira (PSDB), da governadora Roseana Sarney (PMDB) e quem está na preferência do eleitorado na disputa para governador e senador. O que fica evidenciado é que os moradores da segunda maior cidade do estado desejam mudança em seus governantes. O número de entrevistados corresponde a 2% da população, segundo dados fornecidos pelo IBGE.

No cenário que é simulada uma disputa para governador, o presidente da Embratur Flávio Dino (PC do B) é o disparado na preferência do eleitorado com 64,7%, contra 5,9% de Luís Fernando (PMDB) e 3,9% de Hilton Gonçalo (PDT), ex-prefeito de Santa Rita, que aparece de forma surpreendente. Saulo Arcangeli (PSTU) tem 1%, enquanto que nulos somam 4,9% e não sabem ou não responderam 19,6%.

No confronto direto entre Luís Fernando e Hilton Gonçalo, o ex-prefeito de Santa Rita surpreende o secretário de Infraestrutura do estado. O Instituto Conceito diz que Hilton teria 34,3% contra 26,5% do ex-prefeito de São José de Ribamar.

Em Imperatriz, Luis Fernando é aprovado pelo prefeito sarneisista Sebastião Madeira.

Senado

Na disputa por uma vaga no Senado Federal, o ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB) é o favorito na disputa, acumulando 42,2% contra 14,7% de Roseana Sarney, 13,7% de Domingos Dutra (PT) e 11,8% de Roberto Rocha (PSB). Nulos representam 4,2% e não sabem ou não responderam 12,7%.

Rejeição de Roseana

No quesito rejeição do governo estadual, a população de Imperatriz em sua maioria desaprova. 62,7% dos imperatrizenses rejeitam a atuação da governadora Roseana Sarney, enquanto apenas 27,5% aprovam e 9,8% não sabem ou não responderam.

Aprovação de Madeira

Já em relação a avaliação da administração do prefeito Sebastião Madeira, a população da cidade está dividida, uma vez que 48% aprova e a outra metade (48%) desaprova. 3,9% não sabem ou não responderam.

======================================================   COMENTÁRIO






Sete ônibus foram incendiados em São Luís. (Foto: César Hipólito/TV Mirante)

Sete ônibus foram incendiados em São Luís

Em resposta às mortes na Casa de Detenção (Cadet) do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, uma facção criminosa incendiou sete ônibus na noite desta quarta-feira (9), em São Luís. A informação foi confirmada ao G1 pelo secretário de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA), Aluísio Mendes.

De acordo com Mendes, foram incendiados ônibus na Vila Kiola, Tibiri, Jardim São Cristovão, Maracanã, Janaína, Cohab Anil e Monte Castelo. Até o momento, não há informações se houve feridos. Carros do Corpo de Bombeiros já foram encaminhados para controlar os focos de incêndio.

Corpo de Bombeiros apaga chamas em ônibus. (Foto: César Hipólito/TV Mirante)

Corpo de Bombeiros apaga chamas em ônibus

O motorista de um dos ônibus, que não quis identificar, contou que um carro de cor prata o surpreendeu, fechando o veículo. Três homens desceram armados e invadiram o ônibus, ordenando aos passageiros que descessem pois iriam queimar o veículo.

A SSP-MA confirmou que a ação foi motivada pela briga entre facções criminosas que deixou 13 mortos e 30 feridos em Pedrinhas, na noite desta quarta-feira (9). A confusão teria começado por causa da suspeita de um túnel no Bloco F, Pavilhão 2, por onde cerca de 60 presos pretendiam fugir da penitenciária.

======================================================   COMENTÁRIO






Sobe para 13 o número de mortos na rebelião da Casa de Detenção (Cadet) do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís. A informação foi confirmada pelo secretário de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA), Aluísio Mendes.

“A rebelião foi contida pelos homens do Choque e do GTA. São 13 mortos e 26 feridos. Os agentes fazem, no momento, uma revista geral nas dependências da penitenciária”, contou Mendes.

Ainda, segundo o secretário, a confusão foi motivada por uma briga entre facções criminosas e por causa da suspeita de um túnel no Bloco F, Pavilhão 2. Aproximadamente 60 presos pretendiam sair da penitenciária através de um túnel.

“As mortes todas são em decorrências de brigas entre detentos de facções adversárias. O tumulto começou após a inteligência da SSP ter descoberto que 60 presos estavam cavando um túnel pelo qual pretendiam sair essa madrugada. Quando agentes penitenciários tentaram acessar a cela onde ficava o início do túnel, os presos se rebelaram tentando evitar a revista”, explicou o secretário.

Familiares seguiram à Casa Cadet em busca de informações dos presos no início da noite. O cabo Campos, da Polícia Militar, que estava no local, disse que houve um fogo muito forte lá dentro, que foi apagado há pouco tempo. Além disso, ele falou que o movimento de familiares é muito intenso no local, e, que houve princípio de confronto, familiares já jogaram pedras e outros objetos contra agentes penitenciários.

A ordem para a entrada do Choque foi expedida pela governadora do Estado, Roseana Sarney. O representante da Comissão de Direitos Humanos da OAB, Diogo Cabral, se retirou do local às 22h por não considerar necessária a mediação do órgão já que se trata de um confronto entre duas e gangues e a rebelião não possui pauta de reivindicação. Entretanto, ele afirma que a barbárie e o número de mortos poderiam ter sido evitados caso a intervenção da Tropa de Choque tivesse ocorrido antes. “Estou muito chocado com o que está acontecendo, esta rebelião é pior do que a de 2011”, afirmou.

======================================================   COMENTÁRIO






Um novo motim estourou na Casa de Detenção (Cadet) do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís no início da noite desta quarta-feira (08). De acordo com o Centro Integrado de Operações de Segurança, até o momento foram confirmados sete mortos e mais de 20 feridos.

A rebelião começou por volta de 18h30. Informações de Késsio Rabelo da Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) apontam que o principio de rebelião se deu pelas medidas adotadas de repressão.

Até o momento o Batalhão de Choque da Polícia Militar e o Grupo de Operações Penitenciarias (GOP) estão tentando conter os detentos. Atualmente 600 presos estão alojados na Cadet.O Imparcial)

======================================================   COMENTÁRIO






FD-LANÇAMENTO-CAMPANHA-04.101-1024x683Um ano antes da eleição que definirá os próximos representantes do Governo do Estado, Assembleia Legislativa, Câmara Federal e Senado da República, a oposição do Maranhão colhe os frutos do que, certamente, será a resposta do povo nas urnas em 2014.

Liderado por Flávio Dino(PCdoB), a oposição percorre os quatros cantos do estado, dialogando com a população, buscando as demandas, ouvindo as reclamações populares, que não são poucas, e elaborando com a participação de todos, o programa de governo do candidato oposicionista. “Iremos percorrer todos os municípios do estado antes do inicio da eleição de 2014” Disse Flávio Dino.

Nas últimas semanas, cuminantemente com o término do prazo de filiação para quem pretende disputar cargos na eleição do ano que vem, a oposição recebeu a importante adesão do Deputado Federal Zé Vieira, que de quebra, trouxe para a ala oposicionista um novo partido, PROES. “Eu sair da gaiola, estou do lado do Flávio e ele pode contar comigo, vou arregaçar as mangas e as pernas das calças para eleger ele que seja o próximo governador do Maranhão” Disse o Deputado Federal.

FD - LANÇAMENTO CAMPANHA 04.10A oposição também pode comemorar a adesão de outro importante e novo partido, o Solidariedade, sob a direção do Deputado Federal Simplício Araújo, outro que está afinadíssimo com o discurso de mudança no Governo do Maranhão. “Muita esperança, confiança no Maranhão que aposta na renovação da classe política é que nos propomos para isso, ser a porta de entrada para os que acreditam na mudança” Explicou Simplício.

O fato de pela primeira vez na história, dois partidos nascerem fora do nino dos sarneys, foi recebido pela classe política como uma importante conquista da oposição.

O discurso de reafirmação do Deputado Federal Waldir Maranhão(PP) entonado no grupo de Flávio Dino e a filiação do Deputado Raimundo Cutrim no PCdoB, mostram claramente que até os mais incertos, estão certo do que querem.

Sem esquecer, é claro, que a bancada do partido de Flávio Dino cresceu na Assembleia Legislativa, com o ingresso do Deputado Othelino Neto, outro oposicionista declarado.

A louvável atitude do ex-governdor José Reinaldo Tavares que abdicou da disputa ao Senado em nome do vice-prefeito de São Luís Roberto Rocha, mostra a unidade da oposição, que muitos duvidavam, hoje é realidade.

Como esquecer da filiação da grande líder da Região Tocantina Rosângela Curado, mostrou na espontaneidade do choro durante o discurso de filiação ao PDT que chegou ao lugar que onde já deveria está.

Isso sem conta que as conversas com o PSDB, o PPS da Deputada Eliziane Gama e o PR do Deputado Federal Davi Alves Junior, andam avançadas, e nos próximos meses, certamente, devem ser anunciadas para completar a consolidação da oposição unida em 2014.

FD - LANÇAMENTO CAMPANHA 04.102O discurso dos que falavam que Flávio não tem projetos para o Maranhão está sendo respondido com propostas descentes e viáveis para os maranhenses.

Não poderia passar despercebido que o bom momento da oposição é reflexo direto do resultado nas diversas pesquisas de intenção de votos por todo o estado. Flávio Dino lidera com folga absolutamente todas as pesquisas e caminha para ganhar a eleição ainda no primeiro turno.

Por essas e outras, mesmo ainda não havendo começado o pleito eleitoral, de fato, a oposição pode sim comemorar, e dizer bem alto para estremecer o porão do Palácio dos Leões: A vitória é só questão tempo!

======================================================   COMENTÁRIO






alberto-franco

Alberto Franco provou que não tem procedências as acusações contra seu nome

Na manhã desta quarta-feira 09/10, o Pleno do Tribunal de Justiça do Maranhão, por maioria absoluta de votos (12 a 2), decidiu rejeitar o inquérito policial no qual o deputado estadual Raimundo Cutrim é acusado de ter praticado fraudes em documentos públicos para viabilizar regularização de terras. O inquérito foi conduzido por delegado de Polícia Civil e pelo Ministério Público, que ofereceu denúncia contra o parlamentar e outros sete acusados.

Os efeitos da decisão foram estendidos, de ofício, ao secretário de Estado, Alberto Franco, que também figurava como acusado na investigação policial. Os processos dos demais acusados serão enviados à Justiça de 1º Grau para julgamento dos envolvidos.

A decisão do pleno acompanhou o voto divergente do desembargador Jorge Rachid, ao enfrentar a preliminar suscitada pela defesa, na denúncia formalizada pelo Ministério Público.

Deputado Raimundo Cutrim livre da acusação

Rachid considerou que o deputado não poderia ser investigado pela Polícia Civil, diante da prerrogativa de foro privilegiado, por ser parlamentar. Nesse caso, a viabilidade de indiciamento deve ser condicionada a prévia autorização do TJMA.

O desembargador ressaltou que, de acordo com a Constituição Estadual, o Tribunal de Justiça é o órgão competente para o controle jurisdicional direto de investigações que envolvem suposta prática de crime por deputados estaduais.

RELATOR – O relator do processo, desembargador Joaquim Figueiredo, votou pela rejeição da preliminar que pedia a anulação do inquérito, sendo acompanhado pelo desembargador José Luís Almeida. Figueiredo pautou seu voto em jurisprudências que confirmam ser desnecessária prévia autorização para instauração de inquérito policial.

======================================================   COMENTÁRIO






resolucaoA maioria da executiva estadual do PT rejeitou a filiação do secretário de Planejamento do Estado, Fábio Gondim.

Gondim havia solicitado filiação, aceita pelo presidente do diretório municipal, Fernando Silva, o “Xetrepa”, provocando profundo mal estar entre os dirigentes.

Ontem a noite, por voltas 19h, a executiva reuniu para avaliar o pedido e decidiu, por maioria, não aceitar a filiação.

Ficou estabelecido ainda que todo pedido de filiação com o mesmo caráter, será tratado da mesma forma.

Embora ainda exista muita especulação, o pedido de filiação de Paulina Lobão não foi formalizado.

 

======================================================   COMENTÁRIO






Corpo de cabo Silva no necrotério do Socorrão

A polícia continua realizando diligências para tentar localizar os assassinos do cabo reformado da Polícia Militar Leônidas Rabelo Silva. Cabo Silva, como era conhecido, foi executado por volta das 17h30 desta terça-feira, no momento em que estava sentado em frente a um conjunto de quitinetes de sua propriedade no Cohabiano, na área do Cohatrac IV.

“Todas as tardes, ele costumava ficar sentado em um banquinho em frente a suas quitinetes, onde sempre conversava com amigos. Eu estava em meu comércio, nas proximidades, quando ouvi os disparos. Quando corri, cabo Silva estava estirado no chão. Peguei ele e coloquei no carro, levando-o para o Socorrão II. Até o hospital, ele ainda respirava, mas morreu logo ao dar entrada. Foi um  ato de covardia”, disse um comerciante que prestou socorro ao cabo.

O assassino estava em um Vectra cinza e disparou cerca de seis tiros contra o cabo Silva. Ele estava acompanhado de mais três elementos.

“Acredito que as câmeras da subestação da Cemar tenham filmado o veículo e os assassinos, pois ela tem um raio de abrangência grande”, diz um dos amigos do policial, no necrotério do Socorrão II.

Cabo Silva era ouvinte e participante de programas de rádio AM, em São Luís. Na tarde desta terça-feira, em uma participação na Rádio Capital, ele denunciou a invasão de uma área em um conjunto inaugurado recentemente pela Prefeitura de S. José de Ribamar, na região do Cohatrac.

“Peço ao prefeito Gil Cutrim que mande acabar com a invasão dessa área, pois muita gente que está ali tem onde morar, aqui mesmo na área do Cohatrac. Tem que se acabar com esse negócio de invasões aqui na Ilha”, disse cabo Silva nessa sua última participação em um programa de rádio.

O corpo de Cabo Silva ainda está no necrotério do Socorrão II, aguardando ser levado para necropsia no IML. É grande o número de familiares e amigos no local. O velório deve ser realizado na central da PAX União, no Canto da Fabril, no Centro. Familiares ainda não definiram o local do sepultamento, mas deve ser no cemitério Jardim da Paz, na Estrada de Ribamar, na tarde de quarta-feira.(Gilberto Lima)

======================================================   1 COMENTÁRIO