25
abr
2016

Paciente é obrigado a comprar medicamento na Unidade de Saúde em Raposa

medicamento

O morador da Vila Bom Viver, Fernando Silva, mototaxista, 23 anos, usou sua página em rede social para denunciar a saúde pública do município de Raposa. Ele alega que neste domingo (24) levou sua filha de 3 anos, sentindo febre, para atendimento na Unidade Mista Dra. Nemercia Dias Pinheiro, localizada na rua Boa Esperança, Centro.

No entanto, o médico de plantão passou somente um soro para reidratação oral. “As enfermeiras não souberam achar a veia da minha filha”, reclamou o  pai da criança. 

Ainda de acordo com os relatos de Fernando, a unidade de saúde (conhecida popularmente como Maternidade) não dispõe do medicamento que sua filha necessitava. “Tive que comprar o medicamento pra minha filha tomar porque lá [Unidade de Saúde] não tinha”, disse.

Farmácia do município fechou as portas – Pacientes da rede pública que dependem de medicamentos da farmácia municipal também reclamam de problemas na distribuição, que acaba prejudicando os tratamentos. Os remédios gratuitos estão em falta e a Prefeitura não tem previsão de quando a situação volta ao normal.

O blog tentou contato com o secretário de Saúde, Ricardo  Lago, mas sem sucesso.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade