23
nov
2015

Operação extermínio? Dois blogueiros são executados em menos de dez dias no MA

blogueiro_roberto_lanno

Orislandio Timóteo e Ítalo Diniz : Dois blogueiros do interior maranhenses assassinados no intervalo de oito dias.

Oito dias após o assassinato do blogueiro Ítalo talo Eduardo Diniz Barros, 30 anos, atingido por quatro tiros disparados por dois suspeitos em uma motocicleta na cidade de Governador Nunes Freire, mais um profissional da mídia eletrônica pela internet foi brutalmente executado no interior maranhense.

Orislandio Timóteo Araújo, também conhecido por Roberto Lano, foi atingido por tiros disparados por um suspeito em uma motocicleta, e morreu no centro da cidade de Buriticupu, a 407 km de São Luís, na noite de sábado (21).

O autor do crime fugiu logo em seguida e ainda não foi identificado. Esta é a segunda morte envolvendo blogueiros, que noticiam fatos relacionados à política local, em menos de duas semanas no Maranhão, o último aconteceu no dia 13.

Segundo a polícia, Roberto Lano estava em uma moto com a esposa quando foi interceptado pelo suspeito, o homem teria sacado a arma e atirado na cabeça da vítima.

A Polícia Militar esteve no local e realizou buscas pelo suspeito, mas ninguém foi encontrado ou preso. Roberto também era conhecido por trabalhar em campanhas políticas e promover eventos na região tocantina do estado. Em sua última postagem, fez denúncias sobre o prefeito de Buriticupu.

2 Comentários

  1. Ricardo Pinto disse:

    Maisa Não Precisa Morrer Mil Vezes

    Por: Jacqueline Heluy – Jornalista

    Mataram Maisa, uma garotinha de seis anos, no município de Urbano Santos, a 262 Km de São Luís. Ela foi sequestrada, estuprada e, possivelmente, torturada. No domingo, a garota foi encontrada em um matagal, por alguns populares, em estado de choque e agonizando.

    Maisa poderia ter sido abraçada, carregada, aquecida por um lençol. Poderia ter recebido, naqueles últimos momentos de vida, carinho, afagos e palavras de conforto que pudessem acalmar o estado de choque em que se encontrava.

    Mas, a primeira reação das pessoas que encontraram a menina foi gravar um vídeo mostrando o seu rostinho aterrorizado e o corpo trêmulo agonizando no chão daquele matagal. Imediatamente foi postado em blogs e compartilhado em grupos de whatssapp.

    Os estupradores assassinos tiraram a vida de Maisa, mas os frios espectadores que filmaram o seu estado agonizante sem demonstrar nenhum tipo de sentimento e todos aqueles que compartilharam as imagens nas redes sociais também são criminosos porque feriram de morte a dignidade da menina e desrespeitaram a dor da sua família.

    E, para estes dois tipos de criminosos, realmente não há perdão. Que seja feita Justiça. É o que a sociedade espera!

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo