20
nov
2014

Espigão Costeiro que custou mais de R$ 32 milhões começa apresentar problemas

Construído pela empresa Ducol Engenharia Ltda, de propriedade de Henry Dualibe, primo de Jorge Murad que é  marido da governadora, a obra custou aos cofres públicos mais de R$ 32 milhões.

Obra da empresa Ducol Engenharia Ltda, de propriedade de Henry Dualibe, primo de Jorge Murad que é marido da governadora

Os primeiros sinais dos problemas de erro técnico na obra do espigão Costeiro da Ponta D’Areia, construído pelo Governo do Estado e entregue há algumas semanas, já começaram aparecer.

Na tarde do último sábado 15/11, a obra tão festejada pela Governadora Roseana Sarney(PMDB), como parte da urbanização da Península daPonta d´Areia, estava completamente lotado de areia em sua área de passagem que compreende a estrutura de 572 metros de extensão e 128 metros perpendiculares onde hoje é o Espigão.

Construído pela empresa Ducol Engenharia Ltda, de propriedade de Henry Dualibe, primo de Jorge Murad que é  marido da governadora, a obra custou aos cofres públicos mais de R$ 32 milhões.

O responsável pela obra, o engenheiro civil Aloísio Duailibe Pinheiro, errou feio na elaboração do projeto, desde a construção do braço do Espigão (ou quebra-mar, como é mais conhecido) até a extensão do trecho urbanizado.

Quem esteve no último sábado no espigão, criticou o derrame de dinheiro público na obra que em menos de um mês após a inauguração já apresenta problemas estruturais.

E podem esperar, os problemas estão só no começo!

2 Comentários

  1. patrícia disse:

    Zé mané, babaca e burro é pouco pra você! o problema é que a prefeitura não dá a mínima atenção e não faz a limpeza diária do espigão. a obra é linda e é o novo cartão postal de São Luis, pena que o prefeito e sua administração não estão nem aí pra São Luis!!! Babacas como você ainda dizem que é culpa do governo.

    • Wennder Robert Rocha disse:

      A construção e a administração do espigão é de responsabilidade do atual governo Estadual. Logo antes de comentar é importante ter conhecimento dos fatos. E não queira impurar a incompetência atual do Estado pra outro. Quando construiram não perguntaram e não fizeram a parceria com o município em área alguma e agora o município quem querem que pague a conta. Inventa outra que está desculpa tá muito fraca.

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Cancelar Resposta

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade