17
nov
2015

Notas e curiosidades sobre a “prisão” de Ricardo Murad…

Sumida

A deputada Andrea Murad(PMDB) filha do acusado sumiu do mapa. Na manhã desta terça-feira(17) a parlamentar não foi vista em seu gabinete, tampouco no plenário da Assembleia Legislativa. Espera-se que nesta quarta(18) a bela loira possa ocupar a Tribuna e falar em defesa do pai.

Saiu chorando…

20151117_172103 - CópiaAo contrário da sua irmã, Tatiana Murad chegou apreensiva na sede da Polícia Federal no bairro da Cohama. Acompanhada do marido, deputado estadual Souza Neto(PTN), a segunda filha de Ricardo preferiu entrar pela lateral e saiu à procura dos advogados de defesa, afim de saber informações sobre o pai. Menos de 10 minutos após entrar na PF, o casal saiu com aspecto pior do que entrou. Tatiana que optou em não falar com a imprensa, aparentava nitidamente está segurando o choro.

Números I

Pelo que dizem os delegados da Polícia Federal, na operação “sermão aos peixes” foram utilizados  mais de 200 policiais federais e 10 servidores da CGU. Eles cumpriram 13 mandados de prisão preventiva, 60 mandados de busca e apreensão e 27 mandados de condução coercitiva.

Números II

A gestão de Ricardo Murad desviou 60% de R$ 2 bilhões de reais apenas no período de 2010 a 2013 (quatro anos). Foi o que informou nesta tarde em coletiva na sede da Polícia Federal o coordenador de Núcleo de Operações, delegado Sandro Jansen.

Números III

Ainda de acordo com o delegado, a contabilidade do ano de 2014 está em análise e deve superar os valores desta primeira etapa de investigações, ou seja, somente no ano da eleição estadual, foram “torrados” mais que o dobro dos quatro anos anteriores. Vixe!!!

Líder de uma organização criminosa I

Superintendente Alexandre Saraiva.

Foram duras as palavras do superintendente da Polícia Federal no Maranhão, Alexandre Saraiva, contra Ricardo Murad. Para ele não resta menor dúvida, baseado nas investigações até agora, que a saúde estadual estava sendo controlada por uma organização criminosa, e esta era liderado pelo ex-secretário, o grande mentor intelectual de toda a roubalheira. “Era com esse tipo de gente que a Saúde do Maranhão estava sendo controlada”, disse Saraiva.

Modelo de saúde pública que fracassou I

De acordo com a PF, Ricardo Murad se utilizou do modelo de “terceirização” da gestão de saúde pública estadual, ao passar a atividade para entes privados – Organização Social (OS) e Organização de Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), e, assim, fugir dos controles da lei de licitação.

Modelo de saúde pública que fracassou II

O Superintendente Regional da Polícia Federal no Maranhão, delegado Alexandre Silva Saraiva, foi enfático na coletiva ao afirmar que esse modelo adotado por Ricardo Murad fracassou. Para ele a contratação sem licitação foi o primeiro indício de corrupção. Ainda segundo o delegado, esse modelo falido foi implantado pelas empresas investigadas em governos de outros estados, o que é lamentável.

Jornal Hoje, da Globo

Se a PF diz que o maior rombo foi exatamente no ano da eleição de 2014, o Jornal Hoje da Rede Globo, tratou de evidenciar em sua reportagem sobre a Operação “Sermão aos Peixes” da existência de suspeitas que o dinheiro desviado por Murad foi usado para bancar disputas eleitorais dos anos de 2010, 2012 e 2014. Essa parte da investigação será enviada à Justiça Eleitoral, segundo o jornal. Caso confirmado o indício, a situação da dupla de deputados Andrea e Souza Neto não será das melhores…

Oitiva demorada

Aos que pensaram que o ex-chefão da saúde fosse apenas chegar na sede da PF e sair minutos após, tiveram que ter mais paciência. Até o momento da edição deste post, as 20:30 horário de Brasília, Murad continua na oitiva sendo interrogado por delegados Federais. O superintendente Alexandre Saraiva informou ao titular do blog que o ex-secretário de saúde tem que responder uma quesitação que possui em torno de 120 quesitos acerca de seus atos da SES.

IDAC, de Aragão do PSDC I

Aragão do PSDC aliado de Roseana e Ricardo Murad.

Em entrevista com o delegado Sandro Jansen, o titular do blog questionou sobre a ausência do nome do Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania – IDAC, nas investigações da Polícia Federal, o coordenador de Núcleo de Operações, explicou assim: “A gente trabalhou em cima do IDAC, mas como era muito dinheiro desviado, então tivemos que fazer uma linha de corte para trabalhar em cima dos maiores valores que foram desviados, de forma que focamos primeiramente no ICN e na Bem Viver. Embora a Polícia Federal acredita, também, que tenha havido desvio de verba no IDAC, e vamos poder confirmar isso só após a conclusão das investigações, priorizamos os maiores desvios, mas repito: a investigação continua”. Disse o delegado.

IDAC, de Aragão do PSDC II

O IDAC pertence ao senhor Antônio Augusto Silva Aragão, por coincidência, presidente do diretório regional do PSDC – Partido Social Democrata Cristã. Os indícios de desvios foram publicados com exclusividade pelo blog no post: Aragão do PSDC faturou mais de R$ 100 milhões na Saúde durante a gestão Murad.

Juiz Roberto Veloso negou!

Juiz Federal Roberto Veloso.

Chamou atenção o fato do Juiz Roberto Carvalho Veloso, da 1ª Vara da Justiça Federal, transformar alguns dos pedidos de prisão preventiva em mandado de condução coercitiva. Pior ainda foi não ter decretado a prisão preventiva do ex-secretário Ricardo Murad. De acordo com o delegado Sandro Jansen, o pedido foi realizado, mas negado: “É o juiz que determina qual a medida, pedimos a prisão preventiva, mas o juiz entendeu que não havia dados suficientes para isso”, disse o delegado.

E para finalizar…

32 anos: Um agente da Polícia Federal informou que para se ter uma noção da quantidade de dinheiro gerenciado por Ricardo Murad no esquema de terceirização da Saúde, basta calcular o tempo que levaria para conferir de 1(um) a 2 bilhões, segundo ele, a duração estimada seria de 32 anos para chegar a esse valor.

Bem Viver – Antonio Bernando Milhomem Pereira, filho do deputado estadual Antonio Pereira(DEM) é outro que teve o mandado de prisão transformado em condução coercitiva. Pereira é acusado de fazer parte do desvio milionário por meio da Oscip Bem Viver, com sede na cidade de Imperatriz.

Morreu – Um dos que teve mandado de prisão preventiva decretada, foi José Inácio Guará Silva, diretor financeiro do Instituto de Cidadania e Natureza – ICN, mas ele faleceu na semana passada. Guará, como era mais conhecido o administrador de empresa, foi vítima de uma infecção através de uma bactéria alojada em sua perna.

Envolvidas – Pelas investigações, o esquema Murad na Saúde favoreceu por meio de fraudes três empresas: a Lavatec, Tempo Engenharia Ltda e Litucera Engenharia & Limpeza. Essas foram contratas por meio do modelo de “terceirização” por três Organização Social (OS) e Organização de Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP): A Bem Viver, ICN e o IDAC.

1 Comentário

  1. TUNTUM disse:

    TEMA PREFEITO DE TUNTUM JÁ DESVIOU MUITO DINHEIRO DA SAÚDE.
    “HOSPITAIS E POSTOS DE SAÚDES”
    “CENTRO DE IMAGEM” QUE O GOVERNO JACKSON LAGO DEU MAQUINAS DE TOMOGRAFIA DO ESTADO PARA O TEMA, ISSO NÃO PODE.
    E A ESPOSA DELE DESVIANDO DINHEIROS DO “SOCORRÃO” DE PRESIDENTE DUTRA.
    TODOS NO MARANHÃO SABE A FAMA DELE, SOMANDO TUDO JÁ DESVIOU MAIS DE 48-MILHÕES E NADA DA POLICIA FEDERAL IR EM TUNTUM.

    Exclusivo: só nos primeiros 10(dez) meses do ano, Tuntum/MA, recebeu de transferências FUNDEB, FPM, FUNDAÇÃO NACIONAL DE SAÚDE E ICMS, R$ 48.439.962,87- Milhões, média de R$ 4.843.996,29 por mês

    O município de Tuntum/MA, localizado na Região Central do Estado do Maranhão, distante 360 Km da capital São Luis, com uma população de 40.844 habitantes, recebeu só de transferências de 4(quatro) receitas: FUNDEB, FPM, FUNDAÇÃO NACIONAL DE SAÚDE E ICMS, em apenas 10(dez) meses, a quantia de 48.439.962,87 uma média de 4.843.996,29 sem contar que o municipio ainda dispõe de outras receitas: ISS, IPTU, ITBI, ITR, IMPOSTO DOS COMBUSTÍVEIS, IPI DOS CARROS, IPVA, TAXA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA e tantos outros impostos. Portanto, ninguém se iluda, o nosso municipio, recebe um pouco mais de 5.000.000,00(cinco milhões de reais) mensais. Então parem de chorar e vamos fiscalizar e apurar, para onde está indo essa montanha de dinheiro?
    FUNDEB R$ 23.153.399,25
    FPM R$ 12.105.345,51
    FUNDAÇÃO N. DE SAÚDE R$ 10.799.890,97
    ICMS R$ 2.381.327,14

    TOTAL R$ 48.439.962,87- Milhões.

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade