20
nov
2014

Nesse assassinato tem “coisa”! E “coisa” grande…

autoesc191114O assassinato do senhor José de Jesus Gomes Saraiva, na noite de ontem, quarta-feira 19/11, na parada final de ônibus na Vila Maracujá, zona rural de São Luís, não somente eleva o índice de homicídios da capital maranhenses, na verdade, trata-ser de mais um crime de encomenda.

Ao que se tem conhecimento, Saraiva, como era conhecido, Trabalhava no Ministério da Fazenda, e no momento que foi executado, a mando de alguém, ainda estava no interior de veículo Fiat Pálio Adventure, de cor branco, placa HOB-4783, de uso exclusivo da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz).

Segundo informações repassadas pela polícia, a vítima, pai de família, dono da auto escola Saraiva, no bairro do Vinhais, foi abordado pelos bandidos, em um Fiat Strada, de cor preta.

Os executores de aproximaram e assassinaram José Saraiva com dois tiros. Chamou atenção da polícia, o fato dos bandidos só se interessarem em levar apenas os documentos que estavam no porta luva do carro e uma pasta de conteúdo desconhecido.

O Técnico da Receita Estadual, antes de morrer, possuía informações privilegiadas, certamente as que estavam nos documentos levados pelos assassinos. Saraiva já tinha multando supermercados e armazéns da Capital e trabalhava na investigação de denúncia de sonegação fiscal em São Luís.

Não será surpresa se no decorrer das investigações, o delegado Jeffrey Furtado, titular da Delegacia de Homicídios, encontrar grande relação entre o assassinato e um grande empresário com ligação na política do Estado.

De certo nesse caso, que até o momento, nenhum dos envolvidos do assassinato foi identificado pela policia envolvida. O corpo do funcionário público está sendo velado na Pax União, do Canto da Fabril, no Centro de São Luís. Segundo o presidente do sindicato das auto-escolas, existe uma possibilidade do corpo só ser enterrado no sábado (22). O motivo seria porque uma das filhas do empresário está viajando.

A polícia deve começar as investigações quebrando o sigilo telefônico da vítima, afim de saber com quem Saraiva falou pela última vez e o quê estava fazendo a noite na Vila Maracujá, zona rural de São Luís…

Nesse assassinato tem “coisa”! E “coisa” grande…

1 Comentário

  1. Gefesson Gomes Saraiva disse:

    Domingos, Bom dia, sei que o seu trabalho é bastante serio e confiável, gostaria que vc acompanhasse esse caso da execução do meu irmão Jose de Jesus Gomes Saraiva.
    Conto com o seu trabalho para poder ajudar as invertigações e achar os cupados.
    Confio no seu Blog, um abraço

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo