14
jul
2017

Não seria exagero do promotor Douglas Assunção Nojosa?

1ª Promotoria de Justiça de Chapadinha, sob o comando do promotor Douglas Assunção Nojosa

Titular da 1ª Promotoria de Justiça de Chapadinha, promotor Douglas Assunção Nojosa…

Antes de adentrar no cerne deste post, destaco que considero o Ministério Público um dos órgão mais atuantes e sérios do País, mas toda regra tem lá suas exerções.

Pois bem, vamos ao caso…

No dia 29 de junho a 1ª Promotoria de Justiça de Chapadinha, sob o comando do promotor Douglas Assunção Nojosa ingressou com uma Ação Civil Pública (ACP) por ato de improbidade administrativa contra a ex-prefeita de Mata Roma, Carmem Silva Lira Neto.

O motivo? O MP alega que uma matéria jornalística divulgada, em abril de 2015, em um jornal local de São Luís, faz promoção pessoal da ex-gestora. Na ação, o promotor sustenta que a publicação do texto foi paga com R$ 2 mil dos cofres do Município.

Ainda segundo Douglas Nojosa, verificou-se que o texto, intitulado “Trabalho da prefeita Carmem Neto em Mata Roma ganha prêmio na área da Saúde”, continha vários elogios à pessoa da ex-gestora municipal, a quem foram atribuídos diversos avanços conquistados pela cidade.

Para o MP, os recursos públicos gastos com a publicação do texto poderiam ter sido mais bem empregados em outras necessidades municipais e os recursos investidos em bens que realmente pudessem beneficiar a coletividade e não o ego da ex-prefeita.

Diante da “gravidade”, na Ação, o Promotor pede a condenação da ex-gestora a penas como ressarcimento, perda eventual da função pública, suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, pagamento de multa civil de até 100 vezes o valor da remuneração recebida à época dos fatos e ainda de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, mesmo por meio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário.,

– Analise do blog…

Assim como o promotor diz que os R$ 2 mil reais poderiam mais bem empregados em outras necessidades municipais, não teria o Ministério Público algo mais grave para apurar e denunciar??

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo