Prefeito Lahesio coagiu moradora para obter o voto em favor de seus candidatos…

Dois meses exatos após o dia da eleição do primeiro turno (07 de outubro), o blog do Domingos Costa teve acesso nesta sexta-feira (07) a um documento no qual revela que o Ministério Público investiga grave crime eleitoral praticado pelo prefeito do município de São Pedro dos Crentes, Lahesio Rodrigues do Bonfim (PSDB).

De acordo com o MP, “no dia 07/10/2018 as por volta de 13horas a Sra. Irene Coelho Barros Pinto, estava em casa, quando sua irmã Zelda mandou lhe chamar, para mostrar os áudios que o prefeito de São Pedro dos Crentes/MA Lahesio Rodrigues do Bonfim, pelo números (99) 98133-4815, mandou para ela (Zelda), falando que a Sra. Irene Barros tinha o traído e votado em outro candidato diferente dos que ele apoiava, votado em Rigo Teles [adversário do prefeito]”.

Ainda segundo o documento do Ministério Público, “naquele momento a Sra. Irene não tinha votado, ainda. O prefeito mandou que Zelda acompanhasse Sra. Irene para votar, assim fez, pois votava na mesma seção. Chegando lá, a Mesária que trabalha para o prefeito, de nome Tânia Mendes, filmou o momento de votação da Sra. Irene Barros, a outra mesária, também funcionária do prefeito, cargos e confiança, acompanhou a votação da Sra. Irene Barros que foi obrigada a votar nos candidatos do prefeito.”

A investigação do MP alega também que, “depois Sra. Irene foi procurar Tânia Mendes para pegar o vídeo, conforme a gravação enviada. Configurando Crime eleitoral e abuso de poder por parte do Prefeito de São Pedro dos Crentes/MA, Lahesio Rodrigues do Bonfim. Como prova áudios enviados.”

O documento concluiu com a seguinte advertência: “Esta manifestação é sigilosa, e por esta razão, os dados pessoais do manifestante foram preservados.”

– ABAIXO DOCUMENTO DO MINISTÉRIO PÚBLICO: