Investigado na Lava Jato no STF, os agentes apontam suspeita de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por parte de Lobão.

A menos de 100 dias das eleições, o senador Edison Lobão vai ter que enfrentar mais um escândalo para tentar se reeleger.

Relatório da Polícia Federal aponta indícios de que ele foi beneficiado com desvios na obra da usina hidrelétrica de Belo Monte (PA).

Investigado em inquérito da Lava Jato no STF, os agentes apontam suspeita de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por parte de Lobão e do senador Jader Barbalho (PMDB-PA).

Também há indícios dos mesmos crimes por parte do filho de Lobão, Márcio Lobão, que teria atuado como operador da propina.

Falta R$ 10 mil

Ex-diretor da Andrade Gutierrez disse em delação, que Lobão pediu R$ 500 mil em propina. Metade do dinheiro foi entregue, mas Márcio Lobão teria reclamado que “faltavam R$ 10 mil” do montante.

One Response so far.

  1. […] Em uma nota enviada à imprensa, Lobão tenta se defender do Relatório da Polícia Federal que aponta indícios de que ele foi beneficiado com desvios na obra da usina hidrelétrica de Belo Monte (PA). […]


Página 1 de 11