26
set
2023

Justiça aceita denúncia contra ex-prefeito Mazinho Leite, sua ex-amante e mais 17 envolvidos em desvios de recursos

Todos os denunciados foram alvos da Operação Cabanos, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial no Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e a Polícia Civil em agosto de 2020.

Ex-prefeito Mazinho Leite e sua ex-amante, Edna Maria foram dois dois 19 denunciados...

Ex-prefeito Mazinho Leite e sua ex-amante, Edna Maria foram dois dos 19 denunciados pelo Gaeco.

Uma denúncia ofertada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO) do Ministério Público do Maranhão ao judiciário narra a existência de organização criminosa, especializada em obter, direta e indiretamente, vantagens indevidas por meio das práticas de crimes licitatórios, crimes contra a Administração Pública e lavagem de capitais no município de Cândido Mendes e liderada pelo ex-prefeito Mazinho Leite com 18 pessoas envolvidas.

O juiz Márcio Aurélio Cutrim Campos, respondendo pela da Vara Especial Colegiada dos Crimes Organizados, recebeu – no último dia 20 de junho de 2023 – a denúncia e foi dado andamento ao processo de número 0817273-97.2023.8.10.0001.

De acordo com o documento o qual o Blog do Domingos Costa teve acesso, o ex-prefeito de Cândido Mendes (MA), José Ribamar Leite de Araújo é denunciado por integrar organização criminosa pessoalmente, na condição de agente público e em concurso com outros servidores públicos, pelo menos 08 (oito) vezes; por fraudar e frustrar o caráter competitivo de processos licitatórios; por apropriar-se de recursos públicos e desviá-los em proveito próprio e alheio.

– Os outros 18 denunciados são:

2) EDNA MARIA CUNHA DE ANDRADE, por integrar organização criminosa pessoalmente, em concurso com outros servidores públicos; por fraudar e frustrar o caráter competitivo de processos licitatórios;  por apropriar-se de recursos públicos e desviá-los em proveito próprio e alheio;

3) FLAVIO ALVES FEITOSA, por integrar organização criminosa pessoalmente, em concurso com outros servidores públicos; por apropriar-se de recursos públicos e desviá-los em proveito próprio e alheio;

4) MARIA JARLENE LOPES DE ARAUJO, por integrar organização criminosa pessoalmente, na condição de agente público e em concurso com outros servidores públicos; por apropriar-se de recursos públicos e desviá-los em proveito próprio e alheio;

5) GEHISA DE ARAUJO LOPES, por integrar organização criminosa pessoalmente, na condição de agente público e em concurso com outros servidores públicos; por fraudar e frustrar o caráter competitivo de processos licitatórios; por apropriar-se de recursos públicos e desviá-los em proveito próprio e alheio, todos;

6) GILFRAN LOPES DE ARAUJO, por integrar organização criminosa por interposta pessoa jurídica, em concurso com outros servidores públicos; por receber e dissimular valores provenientes, direta e indiretamente, de infração penal, mediante recebimento de depósitos, por intermédio de uma organização criminosa;

7) CLEBERSON SOUSA DE JESUS, por integrar organização criminosa por interposta pessoa jurídica, em concurso com outros servidores públicos; por receber e dissimular valores provenientes, direta e indiretamente, de infração penal, mediante recebimento de depósitos, por intermédio de uma organização criminosa;

8) JOÃO MOTA SALES, por integrar organização criminosa pessoalmente e por interposta pessoa jurídica, em concurso com outros servidores públicos;  pelo menos 02 (duas) vezes, por fraudar e frustrar o caráter competitivo de processos licitatórios; por apropriar-se de recursos públicos e desviá-los em proveito próprio e alheio;

9) LINDOMAR PEREIRA DE SÁ, por integrar organização criminosa pessoalmente e por interposta pessoa jurídica, em concurso com outros servidores públicos; pelo menos 02 (duas) vezes, por fraudar e frustrar o caráter competitivo de processos licitatórios; por apropriar-se de recursos públicos e desviá-los em proveito próprio e alheio;

10) IGOR LIMA CASTELO BRANCO ALMEIDA, por integrar organização criminosa pessoalmente e por interposta pessoa jurídica, em concurso com outros servidores públicos; pelo menos 02 (duas) vezes, por fraudar e frustrar o caráter competitivo de processos licitatórios; por desviar recursos públicos em proveito alheio;

11) REINALDO GOMES MELÔNIO, por integrar organização criminosa pessoalmente e por interposta pessoa jurídica, em concurso com outros servidores públicos; por fraudar e frustrar o caráter competitivo de processos licitatórios; por apropriar-se de recursos públicos e desviá-los em proveito próprio e alheio;

12) JAIME ANGLADA CRUILLAS NETO, por integrar organização criminosa pessoalmente e por interposta pessoa jurídica, em concurso com outros servidores públicos; por fraudar e frustrar o caráter competitivo de processos licitatórios; por apropriar-se de recursos públicos e desviá-los em proveito próprio e alheio;

13) VANDA MARIA DE ARAÚJO LOPES, pelo menos 08 (oito) vezes, por fraudar e frustrar o caráter competitivo de processos licitatórios;

14) AGNALDO SILVA GONÇALVES, pelo menos 02 (duas) vezes, por fraudar e frustrar o caráter competitivo de processos licitatórios;

15) HELOÍSA HELENA PRIMO RIBEIRO, pelo menos 03 (três) vezes, por fraudar e frustrar o caráter competitivo de processos licitatórios;

16) ROSEDNA DE JESUS LIRA FONSECA, pelo menos 03 (três) vezes, por fraudar e frustrar o caráter competitivo de processos licitatórios;

17) MARIA JACILENE LOPES CARVALHAL, pelo menos 02 (duas) vezes, por fraudar e frustrar o caráter competitivo de processos licitatórios;

18) ERONILDO MORAES DOS SANTOS, Pelo menos 03 (três) vezes, por omitir e inserir declarações inverídicas em documento público, prevalecendo-se do cargo público;

19) KILSO DJAINE GUIMARÃES SILVA, pelo menos 02 (dois) vezes, por omitir e inserir declarações inverídicas em documento público.

CLIQUE AQUI E CONFIRA A ÍNTEGRA DA DENÚNCIA –


LEIA TAMBÉM:

– OPERAÇÃO CABANOS: MP-MA aponta amante do prefeito Mazinho Leite como líder de esquema na prefeitura de Cândido Mendes

Gaeco deflagra Operação Cabanos e encontra meio milhão em espécie no guarda-roupas do prefeito Mazinho Leite

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!