03
ago
2015

João Castelo deve ser o candidato a prefeito do PMDB em São Luís

Câmara conversa com castelo, desconversa sobre aliança, mas impõe um caminho ao PMDB

Vice-presidente municipal do PMDB, Fábio Câmara sabe que as conversas com Castelo avançaram e muito.

É certa a saída do experiente deputado federal João Castelo do ninho tucano. O ex-prefeito de São Luís aguarda somente a sinalização positiva da direção estadual para uma saída amigável e assim não ter problemas com a Justiça Eleitoral no que tange questões de fidelidade partidária.

De acordo com as informações de um vereador da capital, que prefere seu nome em sigilo, o convite para Castelo ingressar no partido da ex-governadora Roseana Sarney, partiu do senador peemedebista João Alberto.

Segundo contou o parlamentar, Castelo está decidido enfrentar as urnas da Capital em 2016, mas precisa de um partido com bom tempo de televisão, uma vez que a direção nacional do PSDB mostra clara tendência ao nome do jovem deputado estadual Neto Evangelista, secretário de Desenvolvimento Social no governo Flávio Dino.

Ao visitar o pré-candidato em sua residência no bairro da Ponta D’Areia, no último sábado(1º), o vereador Fábio Câmara (PMDB) deu uma pista do que vai acontecer nas próximas semanas.

2 Comentários

  1. REAGE PAÇO disse:

    Gilberto Aroso NEGOCIA para retardar INELEGIBILIDADE

    Deve ser incluído em pauta, nos próximos dias, o Recurso de Apelação nº. 0000295-17.2012.8.10.0049, interposto pelo ex-prefeito de Paço do Lumiar Gilberto Aroso, contra a sentença proferida nos autos da Ação Penal nº 295-17.2012.8.10.0049, movida pelo Ministério Público Estadual, que o condenou a seis anos de reclusão e multa, por fraude à procedimento licitatório e por falsificação de documento público, acrescido de multa de 3% sobre o valor dos contratos derivados da fraude, os quais totalizam a quantia de R$ 5.871.907,29 (cinco milhões, oitocentos e setenta e um mil, novecentos e sete reais e vinte e nove centavos).

    Fontes ligadas a Gilberto, revelaram que foi iniciada uma grande negociação envolvendo o colegiado de desembargadores que julgará o seu Recurso, visando conseguir uma decisão que lhe seja favorável. Em todo caso, ainda que isso ocorra, o Ministério Público deverá recorrer ao STJ (Superior Tribunal de Justiça), pois a Procuradoria Geral de Justiça do Maranhão já se manifestou favorável à manutenção da condenação do ex-prefeito.

    Esta seria mais uma manobra judicial – dentre muitas que, infelizmente, ocorrem rotineiramente em nosso Judiciário – com objetivo de retardar a condenação em 2º grau e, consequentemente, a inelegibilidade de Gilberto Aroso, assegurando seu nome como candidato nas eleições à Prefeitura de Paço do Lumiar em 2016.

    Estamos de olho. Vamos ver o que acontecerá.

  2. blank maria disse:

    Com todo respeito ao ex-governador Castelo acho que chegou a hora de ele desistir de cargo político a gestão a frente da prefeitura foi um desastre até hoje os funcionários não esquecem que ele não pagou o salário de dezembro de 2012, portanto acho pouco provável que ele se reeleja a prefeito.

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo