10
jun
2024

Irmão do senador Weverton Rocha vira garoto-propaganda de clínica de transplante capilar em busdoor

Fotos do “antes” e “depois” de Wennder Rocha estão estampadas na traseira de dezenas de  “busdoor” por toda Ilha de São Luís.

O sindicalista Wennder Robert Rocha Marques de Sousa, irmão do senador maranhense Weverton Rocha, do PDT, virou garoto-propaganda da clínica Veras, que pertence ao Dr. Pedro Veras, especialista em transplante capilar.

A propaganda com as fotos do “antes” do procedimento e “depois” do transplante capilar do irmão do senador Weverton está estampada na traseira de dezenas de ônibus do transporte público que circulam por todos os quatros municípios da Região Metropolitana da Grande São Luís, conhecida como propaganda “busdoor”.

“Transplante capilar FUE, mais de cinco mil cirurgias realizadas. Realize seu sonho com segurança, a partir de R$ 14.900 mil”, diz o anúncio.

No campo político, Wennder é 6º suplente de vereador na Câmara de Vereadores de São Luís. Ele disputou as eleições municipais de 2020 e obteve 629 votos.

4 Comentários

  1. Em 2004 tive um acidente de carro que quase custou minha vida, tive como sequela a perda dos cabelos conforme foto na materia, com o serviço do Dr Pedro Veras pude novamente sentir o peso de cabelos onde eu imaginava que nunca poderia mais ter cabelo. Quero parabenizar o nobre colega blogueiro pela materia na qual esta 100% com informações verdadeiras, que sou atualmente Suplente de vereador de nossa amada São Luis e informo que estamos também como pre candidato a vereador de São Luis nestas eleições pelo PDT, por acreditar que podemos contribuir e muito com uma Camara de Vereadores mais voltada aos interesses de sua população. Gratidão, Dr Wennder Rocha

  2. Jaci disse:

    Louco é quem acredita nessa propaganda enganosa. São pessoas, completamente diferentes!!
    Deveriam postar a imagem fiel do mercador de ilusões????

  3. Jurista disse:

    Apesar de não possuir conteúdo eleitoral, o TSE entende que esses engenhos publicitários, em razão da sua capilaridade e do alcance (dezenas de ônibus), configuram propaganda antecipada vedada. Ademais, como o próprio beneficiário comenta na publicação e se auto-declara pré-candidato, o ilícito fica ainda mais evidente. Fica a dica para os partidos representarem.

  4. José Moura disse:

    Domingos, uma dúvida: ele que é o motorista desse ônibus da foto??

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!