27
jan
2016

Investimentos em segurança melhoram posição de São Luís em ranking

Na Segurança Pública, o governo Flávio Dino garantiu conquistas importantes em benefício direto aos servidores e muito esperadas pela categorias policiais Militar e Civil. Ao efetivo incorporou 1.500 novos policiais militares para diminuir o abismo que coloca o estado entre os de menor efetivo no país. Reforçou as polícias com equipamentos com a aquisição de armamentos mais modernos e até abril, mais 300 novas viaturas estarão nas ruas. Concedeu promoções e progressões com incremento salarial, além de ações de valorização do servidor. No sistema penitenciário alcançou a redução em 70% das fugas no Complexo de Pedrinhas e ampliou o número de vagas no sistema com a inauguração da Penitenciária de Imperatriz. A instituição do Pacto pela Paz é outra medida na Segurança criada na gestão do governador Flávio Dino.

Resultado destas e outras ações colocaram a capital maranhense em último lugar das cidades brasileiras no ranking da violência. A afirmação é de relatório internacional da ONG mexicana Conselho Cidadão pela Seguridade Social Pública, divulgado nesta terça, 26, com base nas taxas de homicídios por 100 mil habitantes. Dentre as 50 cidades destacadas no mundo, 21 são brasileiras e São Luís está em último lugar, sendo a menos violenta no ranking. Comparando com as capitais nordestinas, São Luís, com 53,05, fica atrás ainda de Fortaleza (60.77), Natal (60,66), Salvador (60,63), João Pessoa (58,40) e Maceió (55,63), segundo o ranking internacional. Caracas, capital da Venezuela, lidera o ranking geral, com 119,87 casos por 100 mil habitantes.

O relatório mundial soma positivamente aos dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-MA), que aponta no Maranhão a redução em 7,8% no número de mortes, em 2015, comparando com 2014. Com este índice, o estado supera a meta estipulada pelo Ministério da Justiça, que é de 5%.Em 2015 somaram 910 o total de ocorrências, contra 987 em 2014. Considerando homicídios dolosos – quando há intenção de matar – a queda foi de 12%. As ocorrências chegaram a 910 em 2014 e caíram para 801 em 2015. Tendo como base as demais classificações de mortes violentas, também houve queda – de 10%. Foram 1.024 casos em 2015 contra 1.137 em 2014, segundo dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-MA). A lista inclui mortes por homicídio culposo (sem intenção); em estabelecimentos prisionais; de adolescentes em instituições; decorrentes de acidentes de trânsito (dolosos e culposos); suicídios; acidentais; e em confronto com agentes da lei.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

TV TIMBIRA

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo