26
out
2021

Incentivada pelo marido, Eliziane Gama usa escritório pago com verba indenizatória do Senado para processar jornalistas

A senadora que é jornalista usou um escritório pago com dinheiro público nos anos de 2019, 2020 e 2021 para processar quatro jornalistas maranhenses que criticaram o marido dela, Inácio Melo.

Advogado Joelton Spindola de Oliveira aparece como o dono do escritório pago com verba do gabinete da Senadora Eliziane Gama.

Advogado Joelton Spindola de Oliveira aparece como o dono do escritório pago com verba do gabinete da Senadora Eliziane Gama.

Uma empresa de serviços advocatícios denominada “Spindola, Raposo e Ribeiro Advocacia e Consultoria” ganhou R$ 123 mil do gabinete da Senadora Eliziane Gama (Cidadania) para prestar trabalhos relativos a ação parlamentar, no entanto, o escritório está atuando de forma particular em favor da política para criar peças jurídicas contra membros da imprensa maranhense.

Apuração do Blog do Domingos Costa constatou que pelo menos três comunicadores entre jornalistas e blogueiros foram alvos de processos nos quais o escritório “Spindola, Raposo e Ribeiro Advocacia e Consultoria” aparece contratado pela senadora Eliziane.

Werbert Saraiva, Neto Ferreira, Antônio Martins e o titular desta página são alvos de ações do escritório criado em 20 de março de 2017 e registrado em nome dos advogados Joelton Spindola de Oliveira, Marcelo Comes Silva Raposo e Armando Ribeiro de Sousa, cujo endereço é Avenida Coronel Colares Moreira nº 444, bairro do Jardim Renascença em São Luís.

É preciso explicar como uma empresa ganha dinheiro público e presta serviço particular. Outra explicação se faz necessária pelo fato do mesmo escritório atuar também em favor do marido da senadora, o ex-vendedor de replica de roupa Inácio Cavalcante Melo Neto – considerado o “dono” do mandato da esposa no Senado Federal.

O Blog do DC checou que nesses quase três anos do mandato de Eliziane no Senado, a empesa “Spindola, Raposa e Ribeiro Advocacia e Consultoria” recebeu verbas públicas em todos os anos.

– Valores e anos

No Portal de Transparência do Senado Federal consta que sob a justificativa de “contratação de serviços de apoio ao parlamentar”- usando verba indenizatória, Eliziane admitiu o escritório duas vezes no ano de 2019, nos meses de fevereiro e março, conforme notas fiscais nos links abaixo, ao valor de 30 mil reais.

Já no ano de 2020, foram cinco meses de serviços prestados: março, julho, outubro, novembro e dezembro, em dinheiro público que alcança 67 mil reais.

E este ano de 2021, o “Spindola, Raposo e Ribeiro Advocacia e Consultoria” recebeu dois meses de pagamentos com dinheiro público: nos meses de janeiro e fevereiro, ao valor de R$ 27 mil.

– Relatos

Eliziane Gama que, acreditem, é jornalista de profissão, também precisa explicar o que a levou pedir segredo de justiça nos processos que move contra jornalista.

Para além disso, fontes próximas a senadora, confidenciaram que desde quando ela decidiu colocar o marido para “comandar” o mandato no Senado, Gama se transformou numa pessoa rancorosa, vingativa que prioriza unicamente as vontades de Inácio Melo.

“O pedido para processar vocês jornalistas partiu do Inácio, a Eliziane não queria porque além de cristã ela é jornalista, por isso, ficaria feio para ela. Só que ele pressionou justificando que essa seria a única forma de parar as criticas contra ele, pois, será candidato a deputado estadual. Esse homem conseguiu dominar a Eliziane de tal forma que afastou todas as pessoas que eram próximas dela, amigos, assessores e até familiares” (sic) externou a fonte que pediu reservas em relação a sua identidade.

– Outro lado 

O Blog do DC conversou com o advogado Joelton Spindola de Oliveira sócio-administrador do escritório para falar a respeito do assunto em questão.

Incialmente, ele contou que nunca tinha recebido dinheiro público do Gabinete da Senadora, porém, depois admitiu ter recebido apenas no ano de 2020, o que obviamente, contrasta com as notas ficais abaixo.

E minutos após a esta publicação, o advogado enviou mais um esclarecimento: “Nosso escritório também milita na área pública, e prestou serviços ao Senado no passado, até janeiro de 2021, o que não é ilícito e não tem relação financeira ou contratual com processos ajuizados após o encerramento desse vínculo de natureza pública.”

Considerado o "dono" do mandato da Senadora, Inácio Melo conseguiu convencer a esposa que é jornalista, abrir processo contra jornalistas...

Considerado o “dono” do mandato da Senadora, Inácio conseguiu convencer a esposa que é jornalista, processar quatro jornalistas.

CLIQUE AQUI E CONFIRA A NOTA DE FEVEVEREIRO DE 2019;

CLIQUE AQUI E CONFIRA A NOTA DE JULHO DE 2019; 

CLIQUE AQUI E CONFIRA A NOTA DE MARÇO DE 2020;

CLIQUE AQUI E CONFIRA A NOTA DE JULHO DE 2020;

CLIQUE AQUI E CONFIRA A NOTA DE OUTUBRO DE 2020;

CLIQUE AQUI E CONFIRA A NOTA DE NOVEMBRO DE 2020;

CLIQUE AQUI E CONFIRA A NOTA DE DEZEMBRO DE 2020

CLIQUE AQUI E CONFIRA ANOTA DE JANEIRO DE 2021;

CLIQUI AQUI E CONFIRA A NOTA DE FEVEREIRO DE 2021.

1 Comentário

  1. JESUS disse:

    Essa é a nossa representante no senado federal.Pode! A culpa é do povinho inculto das igrejas que deixam-se influenciar e até vendem-se por migalhas.

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade