20
jun
2014

Imperatriz: Caso professor Iron Vasconcelos continua sem desfecho

969651_386965661413073_1545709865_n

Professor de Artes foi morto com seis tiros no dia dez de julho de 2013.(G1-MA)

Uma nova investigação vai ser feita no inquérito que apura a morte do professor e artista Iron Vasconcelos Pereira, em Imperatriz. A informação foi dada pelo delegado Regional Assis Ramos, o professor  foi morto a tiros, no dia dez de julho de 2013, quando chegava em casa com a esposa.

O crime completa um ano no próximo mês sem nenhum resultado apresentado pelas autoridades. As investigações seguem em caráter sigiloso na Justiça. O delegado regional garantiu que o “Caso Iron”, como vem sendo chamado pela imprensa, ainda não teve uma conclusão devido à sua complexidade.

“A investigação está andando. É um caso complexo, difícil, mas a gente nunca deixou de lado. Não adianta a gente se precipitar e efetuar prisões inconsistentes” justifica o delegado.

Em agosto do ano passado a polícia havia pedido mais 30 dias para concluir o inquérito. A polícia ainda aguardava resultados da perícia realizada nos aparelhos eletrônicos e outros objetos relacionados ao professor.

O caso
Iron Vasconcelos voltava de motocicleta, na companhia da esposa, de um show realizado na Exposição Agropecuária de Imperatriz (Expoimp), quando foi abordado por dois homens, em uma motocicleta de cor preta, que se aproximaram do casal e efetuaram vários disparos contra o rapaz. Quatros tiros acertaram as costas do professor. Ele tentou correr, mas caiu, e os assassinos efetuaram, ainda, mais dois tiros na cabeça da vítima.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

 

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo