20
jun
2014

Imaturidade e desarticulação resultaram na derrota de Leonardo Bruno na Câmara de Paço do Lumiar

DSCN6439

O ainda presidente Leonardo Bruno, mesmo depois de derrotado, diz que eleição não foi válida

Política não é para quem pensa que sabe fazer, mas sim para os que têm a maturidade e traquejo de conciliar e agregar valores suficientes para liderar. São esses aprendizados que faltam ao ainda Presidente da Câmara de Vereadores de Paço do Lumiar, Vereador Leonardo Bruno Silva Rodrigues (PPS).

Novato no mandato, Leonardo não conseguiu ao longo de praticamente todo o primeiro biênio (2013/2014), unir a base que o elegeu em janeiro do ano passado, presidente do Parlamento Municipal. A consequência, pôde ser vista na eleição da Câmara de Vereadores na tarde do feriado de ontem, quinta-feira, 19/06.

Mesmo na base de sustentação do Prefeito “pofeçor/policial” Josemar Sobreiro(PR), a maioria dos oito Vereadores do Município, mostraram descontentamento com a gestão de Bruno à frente do Legislativo luminense e conseguiram a incrível façanha de derrotar o atual presidente.

Inicialmente, prevendo a iminente derrota, mesmo depois de registar oficialmente sua chapa, o atual presidente tentou manobrar e justificou que o Vereador então licenciado, André Costa(PSL), tinha sido exonerado do cargo de secretário Municipal de Agricultura, e portanto, precisava ser convocação para a eleição da nova Mesa Diretora da Câmara.

Usando esse argumento, de forma mirabolante, deu por encerrada a sessão que iria eleger a nova mesa Diretora. Só que o próprio Edital nº 04/2014, assinado dias antes pelo próprio Leonardo Bruno, contradiz sua alegação: “(…) Convocar todos os Vereadores de Paço do Lumiar para comparecerem à Sessão Extraordinária que será realizada a partir das 14h, do dia 19 de Junho de 2014, no Plenáario desta Casa Legislativa (…) “ Diz trecho da convocação.

Então, como alegar que o Vereador André Costa teria que ser convocado? Ora, o Edital convoca todos os Vereadores! Inclusive, o ato de convocação foi lido no decorrer da Sessão Ordinária, realizada na manhã do dia (17/06), e fixado no átrio principal da Câmara Municipal, na forma do art. 191 do Regimento Interno da Casa. Portanto, a alegação que não foram convocação todos os vereadores, é comprovadamente falsa.

Depois que o L.B mandou trancar o livro de ata, bem como o Plenário da Casa, tentando assim ludibriar os adversários num verdadeiro golpe, os oito Vereadores contrários à sua permanência no comando da Casa para o próximo biênio, acertadamente, tiveram que contratar um chaveiro, para abrir as portas da Casa do Povo, e assim, dar continuidade à eleição da antecipação da nova Mesa Diretora 2015/2016.

Ao final da votação,  o resultado foi a vitória da chapa encabeçada pelos Vereadores Jorge Maru – Presidente; Silvia Inácio – Vice-Presidente e Marcelo Portela – Primeiro Secretário.

A lição que fica ao agora derrotado Vereador Leonardo Bruno é que antecipação, nem sempre significa comemoração. Nesse momento, é preciso sensatez dos derrotados: admissão da derrota; mais que uma questão de humildade, é um ato de coragem.

A derrota de Leonardo, nada mais é que o fruto de sua própria imaturidade e falta de articulação, que resultou na rebeldia dos que são contrários ao seu modo de governar.

Então… Perdeu playboy!!!

1 Comentário

  1. Rubens Silva Pinheiro, disse:

    Á DERROTA DO PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE PAÇO DO LUMIAR, É UMA PROVA DA FALTA DE COMPETÊNCIA DOS ADMINISTRADORES DO NOSSO MUNICÍPIO, NÃO SÓ A CÂMARA MUNICIPAL MAS TAMBÉM A PREFEITURA, SE O PRESIDENTE DA CÂMARA CAIU POR INCOMPETÊNCIA O PREFEITO QUE SE CUIDA, POIS A BRUXA ESTAR SOLTA, VALE RESSALTAR QUE SÓ SE GANHA ELEIÇÃO COM APOIOS E ARTICULAÇÃO.

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

blank

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo