23
jul
2020

Hoje, 23, completa um ano que Dutra foi vítima de um AVC e deixou a prefeitura de Paço do Lumiar

Acompanhado da esposa Núbia, Domingos Dutra chega ao centro administrativo de Paço do Lumiar — Foto: Divulgação

Oito meses após sofrer AVC, Dutra tentou acompanhado da esposa Núbia, retornar ao comando da prefeitura de Paço, mas não conseguiu comprovar estar recuperado e em pleno gozo de suas faculdades mentais.

Já era tarde da noite do dia 23 de julho de 2019 quando começaram a circular em grupos do aplicativo de troca de mensagem WhatsApp informações nas quais moradores alegavam que o prefeito do município de Paço do Lumiar Domingos Francisco Dutra Filho (PCdoB) tinha sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Horas após, a assessoria do prefeito Domingos Dutra confirmou que ele tinha sido internado às pressas no Hospital São Domingos, na capital, vítima de um AVC.

Dias após, os médicos publicaram Boletim Médico no qual atestaram que o gestor luminense, além de um AVC, também sofreu duas tromboses. 

Apenas na semana seguinte, após pedido do Ministério Público, assumiu o comando da prefeitura a vice, Maria Paula Azevedo Desterro.

De lá, pra cá, se passaram 365 dias…

– DESDOBRAMENTOS APÓS ALTA MÉDICA 

Nesse intervalo, após quase 90 dias internado, Dutra recebeu alta no dia 20 outubro de 2019.

Já no dia 02 de março, o prefeito tentou reassumir o cargo. Naquela manhã, ele chegou acompanhado da esposa Núbia, ao centro administrativo de Paço do Lumiar, situado no bairro do Tambaú, após comunicar à Câmara de Vereadores.

Assim que retornou, orientado pela primeira-dama, fez logo uma série de exonerações, sobretudo, de secretários municipais que haviam lhe traído.

No entanto, Dutra ficou apenas 24h no cargo. A vice em exercício declarou que seria necessário que o prefeito provasse, por meio de avaliação médica, que estava plenamente recuperado e em pleno gozo de suas faculdades mentais.

Paula, inclusive, pediu o bloqueio das contas da prefeitura para que Dutra não pudesse usar os recursos do município.

Em seguida, decisões judiciais impediram que Dutra reassumisse o Executivo Municipal antes de fazer uma avaliação médica que, até, foi marcada, no entanto, o prefeito nunca se apresentou para realizá-la.

Desde que sofreu o problema de saúde, Domingos Dutra nunca mais foi o mesmo. Conhecido pelo vigor político de anos anteriores quando foi deputado estadual e federal, o estado de saúde do prefeito é uma incógnita, no qual apenas a esposa, Núbia, tem conhecimento.

Enquanto isso, a vice em exercício aproveita para junto com aliados do seu padrinho político, o deputado estadual Adelson Soares, dilapidarem os cofres da prefeitura de Paço.

1 Comentário

  1. Gracilda disse:

    Domingos quando o Dutra e a Núbia tentaram reassumir em março eles não comunicaram a câmara não, foi por isso que eles saíram no outro dia.
    Outra coisa, Adelmo não manda mais em Paço não, estamos agora com Pará Figueiredo.

Deixe o seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do autor deste blog.

  • Você também pode comentar usando o Facebook!

Siga-me no Facebook

Contatos


Email: domingos.costa@hotmail.com
WhatsApp: (98) 98807-7894

Publicidade

TV TIMBIRA

blank

RÁDIO TIMBIRA

 

Rádio Timbira Ao Vivo